27 dezembro 2013

Transferido de Brasília, ex-deputado Pedro Corrêa chega ao Recife


Pedro Corrêa chega ao Recife em voo comercial (Foto: Katherine Coutinho / G1)



























O ex-deputado federal Pedro Corrêa, condenado no julgamento do mensalão, chegou ao Recife, no Aeroporto dos Guararapes, na Zona Sul, às 14h20 desta sexta-feira (27). Ele veio no voo 6300 da Avianca, vindo de Brasília, que estava previsto para chegar a capital pernambucana por volta das 13h30.

A transferência para o Recife acontece por meio do Departamento Penitenciário Nacional, com apoio da Polícia Federal (PF). O ex-deputado deixou o avião direto para uma van da PF, estacionada na pista do aeroporto, de onde ele segue para o exame de corpo de delito no Instituto de Medicina Legal (IML), no bairro de Santo Amaro, área central da capital.
Após o exame, o ex-parlamentar vai ser escoltado até a Penitenciária Agroindustrial São João, em Itamaracá, na Região Metropolitana do Recife, segundo a PF.

A autorização para transferência de Pedro Corrêa foi dada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa, na última sexta-feira (20). Inicialmente, a defesa do ex-deputado havia solicitado que ele cumprisse pena na cadeia pública de Jataúba, no Agreste pernambucano, mas o pedido foi indeferido pelo presidente do STF no dia 24 de dezembro.

Pedro Corrêa está preso desde 5 de dezembro, quando se entregou à Polícia Federal em Brasília, por conta da condenação no processo do mensalão. Ele começou a cumprir, no Complexo Prisional da Papuda, a pena de 7 anos e 2 meses por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Transferências
O presidente do Supremo Tribunal Federal e relator do processo do mensalão, ministro Joaquim Barbosa, já tinha autorizado transferência de outros cinco condenados para Minas Gerais. São eles, o ex-deputado Romeu Queiroz, a ex-funcionária de Marcos Valério Simone Vasconcelos e os ex-dirigentes do Banco Rural José Roberto Salgado, Vinicius Samarane e Kátia Rabello.
Outros pedidos, como o de Marcos Valério, para Minas Gerais, e o do ex-presidente do PT José Genoino, para cumprir prisão domiciliar em São Paulo, ainda não foram analisados.

Informações do G1

Blog Bruno Brito
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

CONNECT VIAGENS E TURISMO






Broomer






ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI











Tecnologia do Blogger.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

MESTRE SERVIÇOS






PARCEIRO






Cachoeira do Roberto 200 Anos

Cachoeira do Roberto 200 Anos

Instagram


Pesquise







Mais Acessadas

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI