16 janeiro 2014

Empresa prosseguir nega que bandidos tenham roubado dinheiro do carro-forte na BR 407

Em relação à tentativa de assalto a um carro-forte da Prosegur em Petrolina (Pernambuco), a empresa informa que o fato ocorreu por volta das 18h de ontem (15), no trecho da rodovia BR-407 entre Afrânio e Pau Ferro. A equipe que estava no carro-forte, composta por quatro vigilantes, encontra-se em segurança, sendo que um deles sofreu ferimentos leves, mas já foi atendido e passa bem. Os assaltantes fugiram sem levar os valores, em função do acionamento do Sipe (Sistema Injeção de Poliuretano Expandido) instalado no cofre do carro-forte atacado.
A Prosegur ressalta ainda que está à disposição das autoridades policiais para ajudar no que for necessário durante as investigações.
Sobre o sistema de segurança Sipe
O Sipe (Sistema de Injeção de Poliuretano Expandido) é um sistema pioneiro e inédito no Brasil, que tem como objetivo impedir o arrombamento do cofre interno do carro-forte, mesmo quando submetido a uma poderosa explosão. Na prática, ao ser acionado (remotamente ou no próprio carro), o equipamento libera um jato de poliuretano (espuma que enrijece em poucos segundos, muito utilizada como substância de vedação por sua resistência a quebra por impacto e corte).
Em no máximo 22 segundos, a parte interna do cofre fica completamente preenchida pelo polímero endurecido, garantindo a total segurança do conteúdo dentro do local. “Após a realização de uma série de testes, a solução se mostrou 100% eficaz. Além de resistir a explosões, também inibe a continuidade do assalto, pois seria necessária quase uma hora para quebrar ou cortar a substância”, explica José Ascânio Ferreira, diretor de Segurança da Prosegur.
O carro ainda possuía blindagens extras nos pneus, que têm como objetivo evitar a parada do carro-forte. Por meio de compostos de borracha de alta resistência, com tramas de malha sintética e estrutura de aço, é possível ampliar a resistência do veículo, que ganha autonomia para rodar até 70 quilômetros após perda de pressão por tiros no pneu.
Para ampliar a resistência do motor, os carros-fortes da Prosegur contam com uma blindagem de aço Domex 5mm, que evita a passagem de tiros. Além isso, o veículo ganha uma câmera externa, conectada a um monitor interno, que dá condições para o motorista continuar dirigindo, mesmo quando os vidros dianteiros perdem a visibilidade ao serem atingidos por tiros.
Proseguir
Blog Bruno Brito
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

CONNECT VIAGENS E TURISMO






Broomer






ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI











Tecnologia do Blogger.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

MESTRE SERVIÇOS






PARCEIRO






Cachoeira do Roberto 200 Anos

Cachoeira do Roberto 200 Anos

Instagram


Pesquise







Mais Acessadas

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI