28 agosto 2014

Bonner alivia, mas Marina se enrola com jato


:

247 - A esperada entrevista com Marina Silva no Jornal Nacional começou quente, entrando no tema inevitável das irregularidades no uso do jatinho, mas a atuação de William BBonner deixou a desejar, em comparação com os encontros anteriores, com os candidatos Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB).
Bonner questionou a candidata do PSB a presidente sobre a aeronave na qual viajava Eduardo Campos. Marina disse que o pagamento do aluguel do jatinho seria feito pelo Comitê Financeiro da campanha. Ela afirmou também que não sabia que as empresas dos proprietários eram “laranjas”.
Marina disse ainda que a situação do avião está sendo investigada pela Polícia Federal e recorreu à memória de Eduardo Campos. “Espero que não se cometa injustiça contra Eduardo Campos”, afirmou.
William Bonner retrucou: “a senhora fala em nova política, mas utiliza o mesmo argumento de seus adversários, de que não sabia de nada”.
Ela disse que não perdeu a coerência e que sempre manteve a mesma forma de lidar com todas as situações. “Neste momento, queremos todos os esclarecimentos. Pedimos o avião emprestado. E isto seria pago posteriormente. Esperamos que a PF investigue, porque eu, assim como todos os brasileiros, quero respostas”, ressaltou.
A partir daí entrevista mudou de tema e seguiu sem grandes sobressaltos. Patrícia Poeta questionou o fato de Marina ter ficado em terceiro lugar nas eleições de 2010 no seu Estado natal, o Acre. Marina Silva demonstrou irritação e disse que Patrícia Poeta não a conhece bem e não conhece a função de senador. Marina tentou minimizar o resultado da eleição passada e afirmou que enfrentou situações difíceis em seu Estado.
Bonner mudou de assunto. Ele afirmou que o candidato a vice-presidente de Marina, o senador Beto Albuquerque (PSB), tem posições conflitantes com as bandeiras que ela defende. A candidata minimizou ao dizer que tem uma trajetória de “trabalhar com os diferentes”.
Questionada sobre o fato de Albuquerque ter sido um dos principais articuladores no Congresso da aprovação da medida que permitiu o plantio da soja transgênica, Marina disse que eles são diferentes. “Há uma lenda de que sou contra os transgênicos, mas isso não é verdade. Eu defendia o modelo de coexistência [entre transgênicos e não transgênicos]. Infelizmente, não passou”, declarou.
Blog Bruno Brito
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

CONNECT VIAGENS E TURISMO






Broomer






ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI











Tecnologia do Blogger.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

MESTRE SERVIÇOS






PARCEIRO






Cachoeira do Roberto 200 Anos

Cachoeira do Roberto 200 Anos

Instagram


Pesquise







Mais Acessadas

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI