11 setembro 2014

Em entrevista, Odacy defende investimentos na segurança pública, Facape gratuita, Enem regionalizado e financiamento público de campanhas políticas


imagem

Na segunda feira, 8, foi a vez do deputado estadual Odacy Amorim, candidato à reeleição pelo PT, falar sobre suas proposições para um novo mandato na Assembleia Legislativa de Pernambuco e fazer um balanço de sua atuação.parlamentar. As revelações foram feitas ao radialista Claudio Farias, do programa Canal Aberto, da rádio A Voz do São Francisco-Emissora Rural. A entrevista concedida pelo parlamentar é parte da série realizada pelo programa Canal Aberto sempre as segundas-feiras com candidatos a deputados estaduais, e nas quintas feiras com os que pleiteiam uma cadeira na Câmara dos Deputados.

Odacy Amorim iniciou sua entrevista fazendo um breve balanço de suas ações no parlamento estadual durante esses quase quatro anos de primeiro mandato. “Como presidente da Comissão de Negócios Municipais e da Comissão de Saúde, foram mais de cento cinquenta pronunciamentos, audiências públicas. Trabalhamos a questão da emancipação politica de distritos em cidades, discutimos a questão do ENEM, defendendo sua regionalização, e criamos o Parque Ecológico, uma área para deixar os jumentos que hoje são os maiores responsáveis pelos acidentes nas rodovias que cortam o estado”, relatou.

O petista disse ainda que vai continuar a defender o ENEM para o curso de medicina na Univasf, com conteúdos locais, no sentido de equidade nas disputas das vagas entre estudantes desta região com os de outras. “O Enem pode e deve passar por alguns ajustes, são pontos que devem ser avaliados, especialmente no curso de medicina. Temos uma aprovação muito alta de alunos de outras regiões, não que estes tomem as vagas daqui, nem porque os nossos estudantes sejam incompetentes, é que a disputa é com todo o Brasil, e as vezes o nosso aluno perde por décimos”, pondera o deputado. Odacy.

O petista defende que haja uma segunda etapa no Enem, especificamente no curso de medicina, com assuntos locais. “Por exemplo, uma prova que fale sobre o semiárido, revitalização do São Francisco, temas mais regionalizados”, reforça Odacy.

Segurança pública foi outro tema abordado pelo deputado durante a entrevista. Odacy afirmou que este é um tema muito atual. “Na questão da segurança, tem uma série de fatores que inibem a redução dos índices da violência. Hoje boa parte da violência está ligada ao excesso do consumo de álcool, e ai é preciso uma discussão com a sociedade. Fazer uma autocritica, onde estamos para onde vamos e onde queremos chegar”, adverte.

O deputado defende a melhoria da qualidade do trabalho dos policiais. Ele lembrou que ainda existem carros da policia que não dispõem de ar condicionado, “Defendemos também a questão do Plano de Cargos e Salários, com remuneração justa e condições de trabalho, promoção do policial, já que policiais com cerca de 20 anos sem serem promovidos, inclusive tem um Projeto de Lei neste sentido, tramitando na Assembleia”, abordou Odacy Amorim que também atua para que haja o aumento do efetivo da corporação.

Odacy também tratou do tema financiamento de campanha, bastante polêmico no país, inclusive com escândalos onde políticos e empresas que financiaram campanhas estão envolvidas em escândalos. O que se vê no Brasil são empresas fazendo doações milionárias, fato que obriga de certo modo o politico colocar na sua pauta de gestão pleitos em defesa de interesses dos financiadores.

“Eu defendo o financiamento público de campanha e a doação de pessoa física, até para mudar a cabeça do eleitor. Precisamos dar um choque nos políticos e na sociedade. O eleitor deve entender que ideal é ele não aceitar se quer um copo com água de politico, porque na hora que o politico lhe dar alguma coisa em época de eleição ele está lhe dominando”, alerta Odacy.

O deputado frisa que a sociedade deve ficar atenta as campanhas milionárias. “Não tem condição, um politico ganhando um salário que ganha bancar uma campanha milionária”, ressaltou o parlamentar.

Propostas segundo mandato – Entre as bandeiras que estão na pauta do deputado num segundo mandato, a Facape – Faculdade de Ciências Aplicadas – desperta grande atenção. O motivo da preocupação do parlamentar, é que apesar de ser uma autarquia, a Facape tem taxas extremamente altas, e maltrata o aluno que muitas vezes é de família humilde e tem que fazer sacrifícios para pagar a mensalidade do curso.

“Eu já conversei com o prefeito Júlio Lóssio e com o candidato ao governo de Pernambuco, Armando Monteiro, que já garantiu que se for eleito, a questão da Facape gratuita será prioridade. Nós temos como meta para o próximo mandato e Dr. Armando inclusive num discurso feito por ele aqui falou que é um compromisso dele tornar pública e gratuita as treze autarquias Pernambuco”, lembrou o deputado e candidato a reeleição Odacy Amorim, concluindo sua entrevista.

Assessoria

Blog Bruno Brito
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

CONNECT VIAGENS E TURISMO






Broomer






ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI











Tecnologia do Blogger.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

MESTRE SERVIÇOS






PARCEIRO






Cachoeira do Roberto 200 Anos

Cachoeira do Roberto 200 Anos

Instagram


Pesquise







Mais Acessadas

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI