04 fevereiro 2015

Animais abrigados do Parque Ecológico de Proteção ao Jumento passarão por exames e vacinação

imagem
Equipes de profissionais da Agência de Defesa Agropecuária de Pernambuco (Adagro), pesquisadores e estudantes da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) e Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), estarão nesta quinta-feira, dia 5, a partir das 9h, realizando exames e vacinando os animais abrigados no Parque Ecológico de Proteção ao Jumento. Os veterinários, técnicos e pesquisadores, farão toda a avaliação da saúde dos animais acolhidos no Parque.

O parque é administrado pelo Instituto Qualyvida que tem como presidente o deputado estadual Odacy Amorim (PT-PE), idealizador do projeto que hoje está numa área da Fazenda Santa Tereza, de 2500 hectares, distante cerca de 10 Km da sede de Lagoa Grande, cidade localizada há 50 Km de Petrolina, no Sertão do São Francisco. O Parque abriga em torno de 800 animais atualmente, mas tem capacidade para 2 mil.

A iniciativa do deputado Odacy Amorim visou criar um espaço para retirar os animais das margens das rodovias do sertão que estavam e ainda estão provocando acidentes, algumas fatais e ainda, dizimando boa parte dos jumentos existentes na região. Odacy começou o projeto em novembro de 2013, após através do seu mandado como deputado estadual, realizar uma série de reuniões, debates, audiências públicas, visitas, em busca de apoio para resolver esse problema.

“Iniciamos em Rajada, mas a área ficou pequena. Agora alugamos a Fazenda Santa Tereza, de pouco mais de 2500 hectares, com infraestrutura de barragens com água, área de sequeiro com muito espaço e alimentos para os animais, entre outros benefícios. A luta não é fácil, pois financio sozinho o Parque e os acidentes continuam ocorrendo em nossas estradas. Mas não vamos desistir de conseguir apoio institucional para essa causa, principalmente dos governos. Precisamos de novas áreas para colocar os animais”, comentou o presidente do Instituto Qualyvida.

Odacy tem conquistado apoios importantes das universidades. A Univasf e a UFRPE abraçaram a causa também. Professores e estudantes têm ajudado no acompanhamento dos animais. “Temos tido esse apoio das universidades, da Adagro, da Policia Rodoviária Federal e de algumas prefeituras que recolhem os jumentos e levam para o Parque. Esse projeto representa respeito à vida, respeito aos animais e repúdio à extinção do jumento que é um dos símbolos do povo nordestino e para que tenhamos estradas mais seguras em nossa região e nosso estado”, concluiu Odacy Amorim.

Assessoria

Blog Bruno Brito
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

CONNECT VIAGENS E TURISMO






Broomer






ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI











Tecnologia do Blogger.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

MESTRE SERVIÇOS






PARCEIRO






Cachoeira do Roberto 200 Anos

Cachoeira do Roberto 200 Anos

Instagram


Pesquise







Mais Acessadas

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI