16 maio 2015

Briga pela CODEVASF separa PT e PP da Bahia

Elmo Vaz está no centro da luta pelo poder no governo federal
Em um esforço conjunto, o ministro da Defesa, Jaques Wagner, o governador Rui Costa e parlamentares da bancada baiana no Congresso tentam manter o engenheiro Elmo Vaz na presidência da Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco (Codevasf), posto cobiçado pelo PP, partido do vice-governador João Leão.
Para este ano, a Codevasf tem um orçamento previsto de R$ 1,27 bilhão e é responsável por importantes obras de combate à seca, sobretudo no semiárido da região Nordeste.
Em ofício encaminhado à presidente Dilma Rousseff, 25 deputados federais pedem a manutenção do presidente da Codevasf. O documento é assinado por 16 deputados baianos – todos governistas – e conta ainda com o nome de parlamentares dos estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro, Ceará, Sergipe e Alagoas. A coleta de assinaturas ficou sob a responsabilidade do deputado federal petista Afonso Florence.
Autor da indicação de Elmo para a Codevasf, em 2012, Wagner, por sua vez, já conversou mais de uma vez com Dilma ao telefone nos últimos dois dias, além de falar também com o vice-presidente Michel Temer (PMDB), articulador político, e com o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante.
Mercadante também já recebeu ligações do governador Rui Costa e foi procurado pelo senador Otto Alencar (PSD). “Estou muito afinado com ele (Elmo) na necessidade de revitalização do Rio São Francisco. Se ele sair, será uma descontinuidade”, disse Otto.
PP baiano assiste
Embora o vice-governador João Leão (PP) tenha declarado ontem que Elmo faz um “trabalho sensacional” na Codevasf e “não deve sair”, o deputado federal Cacá Leão (PP), seu filho contou que a postura adotada pelo PP baiano no assunto é de “não se meter”.
Por isso, nenhum dos deputados federais do PP assinou o ofício encaminhado a Dilma. “Pelo fato de Elmo ser baiano, a gente está procurando não se meter nisso. Quando o partido recebeu o Ministério da Integração, ficou combinado que receberia também os órgãos ligados, entre eles a Codevasf”, declarou Cacá.
Enquanto Wagner tem defendido desde o começo do ano a continuidade do indicado na Codevasf, o PP aguarda que o governo cumpra o acordo firmado e dê o comando do órgão para o partido.
O presidente do PP, senador Ciro Nogueira (PI), e o líder do partido na Câmara, deputado Eduardo da Fonte (PE), teriam, inclusive, ouvido ontem de Temer que o acerto será cumprido nos próximos dias, com a exoneração de Elmo.
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

CONNECT VIAGENS E TURISMO






Broomer






ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI











Tecnologia do Blogger.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

MESTRE SERVIÇOS






PARCEIRO






Cachoeira do Roberto 200 Anos

Cachoeira do Roberto 200 Anos

Instagram


Pesquise







Mais Acessadas

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI