25 agosto 2015

Morte de menino de 11 anos revolta mãe em Petrolina, no Sertão de PE

luto
Do G1 – Petrolina
A morte de uma criança de 11 anos, causou a revolta da dona de casa, Irislene da Silva, que tentava a transferência do filho para um hospital em Recife. O menino estava internado no Hospital Dom Malan (HDM), em Petrolina, no Sertão de Pernambuco. O garoto chegou a ser transferido. Mas, no meio do caminho, faltou oxigênio na ambulância e ele teve que ser levado as pressas até o Hospital de Santa Maria, também no Sertão do Estado. Após algumas horas, o menino retornou para Petrolina, onde aguardou uma nova transferência.
A criança de 11 anos tinha três tumores malignos espalhados pelo corpo. Na última sexta-feira (21), após piorar o estado de saúde do menino, Irislene  levou o filho até o HDM. Como a situação era grave, os médicos decidiram por fazer uma transferência para Recife. O procedimento deveria ter sido realizado no domingo (23). Mas, segundo a mãe da criança, houve uma sucessão de erros.
“A ambulância chegou só com o motorista e técnico de enfermagem. Só chegaram eles dois. A ambulância sem nenhuma estrutura para levar meu filho. Os oxigênios estavam abaixo do meio, todos os dois”, relata Irislene da Silva.
De acordo com informações da mãe do menino, o oxigênio da ambulância só foi suficiente para chegar até Santa Maria da Boa vista. Ao chegar no município, a criança teve que ser atendida de urgência e retornou para Petrolina. A mãe disse ainda que a equipe da ambulância não tinha sido informada sobre a gravidade do caso.
“Quando nós viemos de Santa Maria, ele disse para mim: ‘Olhe, tinha que vir um médico, uma equipe médica. Não disseram para a gente mãe, a gravidade do seu filho’. Não disseram nada para eles”, informou Irislene. Ao chegar em Petrolina, a dona de casa disse que o garoto teve que ser entubado, enquanto aguardava uma nova transferência.
A criança não resistiu a espera e morreu no fim da tarde do domingo (23). Em nota, a direção do HDM informou que prestou toda a assistência necessária para o garoto e que no momento da remoção do paciente para a capital, ele apresentava um quadro clínico estável. O hospital reconheceu que houve problemas técnicos na ambulância que transportava a criança, mas que o menino morreu em decorrência da gravidade da doença.
Blog Bruno Brito
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

CONNECT VIAGENS E TURISMO






Broomer






ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI











Tecnologia do Blogger.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

MESTRE SERVIÇOS






PARCEIRO






Cachoeira do Roberto 200 Anos

Cachoeira do Roberto 200 Anos

Instagram


Pesquise







Mais Acessadas

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI