14 janeiro 2016

Crise hídrica é tema de reunião do Consórcio do Sertão do São Francisco

SONY DSC
Discutir a crise hídrica e a situação crítica do Lago de Sobradinho. Este foi o tema central da reunião do Consórcio de Desenvolvimento Sustentável Território do Sertão do São Francisco (CONSTESF), realizada nesta terça-feira (12), no auditório da Codevasf Juazeiro/BA.
Além disso, também foi tratada a questão da degradação por uso de agrotóxicos do Rio São Francisco e verificadas possibilidades para as famílias de agricultores no uso com agroquímicos.
O prefeito de Sobradinho e presidente do Consórcio, Luiz Vicente Berti, falou sobre as notificações realizadas pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), quanto à Lei Ambiental, às famílias de agricultores que cultivam na borda do Lago. “Realizamos uma audiência pública, em dezembro 2015, que está proporcionando que esta discussão seja feita de forma abrangente, envolvendo agricultores, órgãos e instituições e a Sociedade Civil, pois o problema é de todos”.
Entre as soluções propostas pelos agricultores está instalação de canais de aproximação por parte do poder público, para viabilizar a captação de água com distancia de 10 a 15 quilômetros, de forma que beneficiasse todos os produtores.
Segundo o superintendente regional da Codevasf Juazeiro, José Hailton Carneiro de Oliveira: “A crise da seca no nosso estado é um problema antigo, que convivemos há anos. Em paralelo ao que é mais urgente, investimos também em obras estruturantes. Precisamos estar preparados para enfrentar o problema e estamos nos dedicando ao máximo a fazer cada vez mais”.
E, a Codevasf tem tratado como prioridade o processo de implantação de estruturas suplementares de captação de água (motobombas flutuantes) para seus perímetros de irrigação nos estados de Pernambuco, Bahia, Sergipe e Alagoas.
Ao todo, R$ 38,3 milhões foram destinados à Codevasf pelo Ministério da Integração Nacional para a execução das intervenções emergenciais de captação nesses estados.
O objetivo é assegurar a regularidade da oferta de água para áreas de produção irrigada afetadas pelos baixos níveis de vazão do rio São Francisco nos reservatórios de Sobradinho e Itaparica e na região do Baixo São Francisco.
Para se ter idéia, só no Estado da Bahia, são R$ 1.8 milhão destinados ao rebombeamento de água para alimentação dos poços de sucção das EB´s dos Perímetros de Irrigação de Maniçoba e Curaçá I (município de Juazeiro) e de Pedra Branca (municípios de Curaçá e Abaré).
Lago SOBRADINHO
Vale ressaltar que, os testes de redução de 900 metros cúbicos por segundo (m³/s) para 800 m³/s das vazões defluentes do reservatório de Sobradinho começaram na semana passada. A informação foi confirmada pela Agência Nacional de Águas (ANA), após reunião com representantes da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf).
As ações serão realizadas em duas etapas, quando as vazões caem para 850 m³/s. Após uma semana, se for constatada a viabilidade, as vazões baixam para 800 m³/s a partir do dia 14/01.
Todo o teste será monitorado, com relatórios publicados no Portal da Chesf (www.chesf.gov.br) e enviados para os órgãos fiscalizadores.
Desde 2013, a falta de chuvas na Bacia do São Francisco vem se refletindo no menor armazenamento de água nos reservatórios. O de Sobradinho, de grande importância para a região, está com o seu volume útil de 2,11%, segundo o último boletim do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).
 O principal reservatório de água da Bahia é o de Sobradinho, que é abastecido pelo rio São Francisco, segundo maior lago artificial do país. Sua capacidade é de 34 bilhões de metros cúbicos de água.
Participaram do evento, representantes do INEMA, IBAMA, CHESF, EMBRAPA, ANA, ADAB, UNEB, UNIVASF, BAHIATER, CBHSF, Governo do Estado da Bahia, Ministério Público Estadual, além de autoridades da Comissão de Agricultura e Política Rural da Assembléia Legislativa e de Prefeituras Municipais.
CONSTESF
O Consócio Sustentável do Território do Sertão do São Francisco é uma associação pública de direito público fundada em 15 de outubro de 2009, com base na Lei Federal 11.107, fruto de um longo processo de articulação para o desenvolvimento de política territorial nos 10 municípios do Território do Sertão do São Francisco na Bahia.
Os municípios consorciados são Sobradinho, Casa Nova, Juazeiro, Remanso, Uauá, Sento Sé, Curaçá, Pilão Arcado, Campo Alegre de Lourdes e Canudos.
O CONSTESF possui como objetivo a realização de serviços públicos, associados ou não a obras, nas áreas de educação, saúde, agricultura familiar, saneamento, energia, transporte, meio ambiente, segurança, dentre outras.
Blog Bruno Brito
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Broomer






ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

PARCERIA
















Tecnologia do Blogger.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

MESTRE SERVIÇOS






PARCEIRO






Cachoeira do Roberto 200 Anos

Cachoeira do Roberto 200 Anos

Instagram


Pesquise







Mais Acessadas

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI