26 fevereiro 2016

Infestação de Aedes aegypti bate recorde no Estado

aedes-aegypti-um-vetor-sem-controle-3-638
Do G1-Pernambuco
Oitenta e quatro municípios de Pernambuco ligaram o sinal vermelho diante do registro de grande quantidade de focos de mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya. Ou seja: 45% das 184 cidades apresentam número de insetos acima do tolerável pelos organismos internacionais e estão em situação de risco muito alto de surto de doenças.
É o que mostra o último Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa), elaborado, em janeiro deste ano, pelas prefeituras e computado pela Secretaria Estadual de Saúde.
CIDADES COM MAIOR ÍNDICE DE INFESTAÇÃO
1. Ferreiros
2. Surubim
3. Terezinha
4. Venturosa
5. São João
6. São José do Egito
7. Flores
8. Sertânia
9. Santa Cruz da Baixa Verde
10. Frei Miguelinho
Para o governo de Pernambuco, os dados do LIRAa de janeiro são muito preocupantes. “Nunca tivemos tantos municípios com índice de infestação acima de 4%, o que é tolerado. Essa é a maior quantidade de cidades em situação de risco registrada desde 2012, quando começamos a fazer o levantamento em Pernambuco”, declara a coordenadora de Arboviroses da Secretaria Estadual de Saúde, Claudenice Pontes. As arboviroses são as doenças transmitidas por insetos.
BAIRRO DO RECIFE COM MAIOR INFESTAÇÃO
1. Alto José Bonifácio
2. Jordão
3. Ibura
4. Apipucos
5. Monteiro
6. Várzea
7. Zumbi
8. Passarinho
9. Pina
10. Rosarinho
Entre 3 janeiro e 13 de fevereiro deste ano, Pernambuco notificou 12.815 casos de dengue e confirmou 1.476. Houve ocorrências em 158 municípios. Isso representa um aumento de 119,51% em relação ao mesmo período de 2015, quando foram notificados 5.838 casos e  confirmadas 2.935 ocorrências.
Atualmente, Pernambuco investiga 25 mortes por dengue. No mesmo período de 2015, houve a notificação de seis óbitos.
Entre os 184 municípios pernambucanos, 39 municípios lideram as estatísticas de incidência de dengue, nas duas últimas semanas. A contabilidade é feita a partir da relação entre número de ocorrências e a população (casos por 100 mil habitantes). Entre eles, estão: Poção (Agreste), Sanharó (Agreste), Goiana (Mata Norte), Cumaru (Agreste), João Alfredo (Agreste), Ferreiros (Mata Norte- campeão em índice de infestação), Brejo da Madre de Deus (Agreste)  e Camutanga (Mata Norte).
Chikungunya
Entre 3 de janeiro e 20 de fevereiro, foram notificados 3.920 casos suspeitos de chikungunya em 127 municípios. Desse total, 154 foram confirmados e 291 descartados. Há um óbito em investigação.
Em 2015, foram notificados 2.605 casos suspeitos, sendo 450 confirmados (3 importados, 2 no município de Iguaraci e 1 em Itaíba, todos com infecção no estado da Bahia; e 447 confirmados autóctones, sendo 220 na Região Metropolitana do Recife) e 589 casos foram descartados.
Zika
Entre 3 de janeiro e 20 de fevereiro, foram notificados 2.840 casos suspeitos. Ainda não há confirmações de casos em 2016. Em 2015, desde o início das notificações obrigatórias (a partir de 10/12), foram notificados 1.386 casos.
Em 2015, Pernambuco confirmou 46 casos em 20 municípios (Bom Jardim, Camaragibe, Caruaru, Flores, Goiana, Glória de Goitá, Frei Miguelinho, Ipojuca, Jaboatão dos Guararapes, Lagoa do Carro, Manari, Olinda, Paudalho, Paulista, Petrolândia, Recife, São José do Egito, Serra Talhada, Surubim e Vertentes).
Os exames foram feitos pelo Instituto Evandro Chagas (IEC/SVS/MS) e Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz – PE/CpqAM)
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

CONNECT VIAGENS E TURISMO






Broomer






ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI











Tecnologia do Blogger.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

MESTRE SERVIÇOS






PARCEIRO






Cachoeira do Roberto 200 Anos

Cachoeira do Roberto 200 Anos

Instagram


Pesquise







Mais Acessadas

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI