27 janeiro 2017

Dívidas herdadas: “Abriram quase 66 unidades do nova semente em ano de eleição e agora estamos com problemas”, dispara Miguel Coelho

Além de anunciar o novo formato do programa Nova Semente nesta quinta-feira (26), o prefeito Miguel Coelho falou das dificuldades para manter não apenas o Nova Semente como toda a educação municipal funcionando. Entre as dívidas herdadas da gestão anterior, a Prefeitura terá que renegociar cerca de R$ 5 milhões junto ao Petrape, órgão responsável por administrar as unidades do Nova SementeTambém existem pendências financeiras relativas à merenda, transporte escolar, previdência, telefone, água e luz e outros contratos em atrasos na Secretaria de Educação, superando a ordem de R$ 13 milhões. 
 No geral, já identificamos uma dívida superior a R$ 200 milhões na Prefeitura e ainda não terminamos de levantar os dados, pois todo dia aparece um novo credor. Na Educação, a situação seria crítica caso não tivéssemos remodelado os programas de educação infantil. Conseguimos tornar gratuito o Nova Semente e vamos usar estruturas do CMEI que já existem. Dessa forma, atenderemos mais crianças sem prejudicar o restante da rede municipal de ensino”, resumiu o prefeito. 
Miguel Coelho ressaltou ainda que entre os anos de 2014 e 2015 foram feitas no período, apenas cinco unidades do Nova Semente e de acordo com o prefeito, no ano de eleição, no caso em 2016, de 114 unidades prontas, no final do ano passado, 180 creches do programas totalizam o número de obras.
“Eles (a gestão anterior) abriram quase 66 unidades, em ano de eleição e de outubro para dezembro foram 30. Agora chegamos a essa problemática em 2017. Metade dessas unidades que foram abertas, não haveria mais o benefício para mantê-las e não temos como sustentar porque é um custeio de mais de R$ 79 milhões que a prefeitura não tem como pagar”, disse.
Miguel Coelho ainda informou que vai anunciar um plano de contingenciamento em todos os setores da Prefeitura para garantir o pagamento das dívidas herdadas e manter o funcionamento dos serviços. “Não será um ano fácil. Assumimos a Prefeitura em condições precárias e um volume de restos a pagar gigantesco. Mas agora não adianta lamentar, temos que reduzir os custos, renegociar junto aos credores e reequilibrar a máquina pública.” ( Fonte- Edenevaldo Alves)
Blog Bruno Brito
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

CONNECT VIAGENS E TURISMO






Broomer






ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI











Tecnologia do Blogger.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

MESTRE SERVIÇOS






PARCEIRO






Cachoeira do Roberto 200 Anos

Cachoeira do Roberto 200 Anos

Instagram


Pesquise







Mais Acessadas

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI