16 outubro 2017

Prefeito de Santa Filomena diz que está convivendo com a crise, que os salários estão em dia e que não vai demitir e nem reduzir salário de ninguém


Antes de elaborar matéria sobre as muitas demissões de funcionários públicos no Município de Afrânio PE, inclusive, justificadas pela crise financeira geral, este blog procurou outros gestores municipais, em igual ou inferior situação em matéria de repasses do FPM, para saber dos administradores de seus respectivos municípios, se eles também agiram ou pretendem agir como o município de Afrânio em relação aos cortes de gastos públicos tais como: transportes, postos de saúde, infra-estrutura, demissão em massa de funcionários e outros.  Afinal, melhor que condenar sem saber, é apurar  e comparar para se ter a real a certeza do que está acontecendo, e também para não cometermos a chamada injustiça dos que se aproveitam de determinadas situações para se auto-promoverem, já que está escrito, que são bem aventurados os misericordiosos porque estes alcançarão misericórdia. 

A direção deste Blog não costuma colocar o dedo na ferida dos outros, adicionando sal e pimenta, com o objetivo de tirar proveito interesseiro, como alguns fazem ou já fizeram. Jamais, pelo contrário, buscamos a veracidade dos fatos e solicitamos explicação contundente e coerente para que a população, (nossos leitores), tire sua própria conclusão. E assim este blog fez.

Na manhã de hoje, segunda-feira 16 de outubro de 2017, o blogueiro em questão, entrevistou o Prefeito de Santa Filomena, Cleomatson Vasconcelos, que inclusive o atendeu muitíssimo bem,  respondendo todos os questionamentos levantados em relação ao período no qual estamos vivendo. 

Resultado de imagem para imagens de cleomatson prefeito de santan filomena

A primeira pergunta foi: Prefeito estamos diante de uma crise financeira por causa da crise geral e por conta também da queda do FPM. A pergunta é simples, que medida o município de Santa Filomena tomou ou irá tomar  para conter os gastos públicos, evitando com isso o endividamento da máquina para não penalizar a população, que da qual tanto precisa?

Resposta: na realidade amigo Geraldo, a gente teve o cuidado de logo no início da gestão, porque sabíamos que as dificuldades eram muitas, nas quais encontramos o município, com dívidas, salários atrasados e muitas dificuldades. Então, nós tivemos a preocupação em não contratar, além daquilo que o município pudesse arcar, de estar com a folha de pagamento em dia, de estar com a folha sanada, e isso foi uma preocupação desde o início da nossa gestão, então desde de primeiro de janeiro até hoje, graças a Deus, estamos com nossas contas em dia, funcionários em dia, já pagamos uma parcela do décimo terceiro, ou seja, tivemos essa preocupação e graças a Deus, até o momento não vamos ter que demitir ninguém, não vamos ter que reduzir salário de ninguém, estamos fazendo o maior esforço com responsabilidade e compromisso para que possamos manter o nosso município em dia e dentro das condições que o município suporta. Temos sofrido críticas de pessoas que querem emprego, na realidade a gente sabe que a população necessita de emprego, e quem não quer ter um emprego hoje, e principalmente de um município que está pagando em dia, que está pagando correto? Mas a gente sabe que não adianta dá um emprego a alguém e não poder arcar com essa folha de pagamento, não poder arcar com o salário desse cidadão, então a gente se preocupou desde o início, e com isso graças à Deus, estamos organizados, esperamos sim, que essa crise passe, que a gente possa conseguir uma melhoria nos recursos que vem para o município e que nós possamos manter ate o final esse planejamento que fizemos. 

P - Os serviços essenciais como atendimento do programa  saúde da família, atendimento no hospital do município, os atendimentos básicos de saúde todos estão mantidos, ou houve algum corte?

R - Na realidade quando recebemos o município, todos os postos de saúde recebemos fechados, reabrimos todos PSFS, estamos com nossos 6 PSFS funcionando, em todos os PSFS foi colocado uma ambulância, compramos 2 ambulâncias novas para o hospital, aumentamos a demanda de exames, temos médicos contratados em todos os PSFS, inclusive abrimos o PSF da Serra do Inácio, que é o único que não tem ambulância ainda, mas mas já tem um carro a disposição da comunidade, e esperamos daqui para o final do ano comprarmos outra ambulância para o hospital, para que possamos remanejar uma ambulância para a Serra do Inácio. Aumentamos a oferta de exames, de medicamentos e a maioria dos exames são feitos dentro do município de segunda a sexta -feira, não é mais em um dia determinado é de segunda a sexta. Contratamos médicos especialistas: pediatra e reumatologista, apesar de termos recebido um hospital, praticamente só o prédio, porque não existe um aparelho de raio-x, não existe aparelho de ultrassonografia, não existe ECG, ou seja, não existe nenhum tipo exame básico que possa ser feito para os nossos pacientes, não existia, mas estamos lutando pra isso, estamos fazendo parcerias juntamente com o governo do estado, deputados estaduais e federais e a gente com certeza ta caminhando para melhorar cada vez mais  a saúde de nossa Santa Filomena.

P - Tinha alguma obra em andamento que foi parada para conter gastos? No setor de infra estrutura alguma medida foi tomada? 

R -  Na realidade recebemos 5, 6 escolas em que as obras estavam paralisadas, o ex-gestor já tinha tirado parte dos recursos, retomamos a construção de todas e até o final de novembro queremos entregar essas escolas prontas à comunidade, além de termos reformado todos os colégios e grupos escolares. A maioria deles estavam sem condições de receber o aluno em sala de aula,  paredes totalmente deterioradas, em péssimas condições, mas com o empenho de todos, fizemos o possível para dar as condições ao nosso alunado e queremos melhorar ainda mais. Hoje nós temos 70 carros fechados, pagamentos todos em dia, apernas faltando 5 carros, mas temos o compromisso de agora no final do ano fecharmos todos os carros do município, por uma questão de segurança e de conforto, sempre com a preocupação de quando vencer o mês, o cidadão receber pelo serviço prestado.  Pensamos em pagar em dia porque assim entendemos que vamos melhorando a economia do município, porque se eu pago os funcionários, fornecedores e prestadores de serviço em dia, com isso melhoramos também a economia municipal. E ainda, se eu quero cobrar um bom atendimento, que o funcionário preste um bom serviço, eu tenho que no mínimo pagar ele em dia para que ele possa prestar um melhor serviço a nossa sociedade.

P - Então Prefeito, o senhor não vai demitir funcionário e nem reduzir salários?

Não Geraldo, graças a Deus a gente não vai demitir ninguém, não vamos cortar salário de ninguém, e vamos com certeza manter nossa folha de pagamentos em dia, como eu disse no começo a você, foi uma questão de termos trabalhado com planejamento e compromisso. Tenho quebrado cabeça com essa crise, com as dificuldades, não esperávamos que a queda de arrecadação, os recursos do governo federal caíssem tanto, mas graças à Deus sempre tivemos essa preocupação de poder atravessar essa crise, de poder conviver com essa crise e estamos conseguindo. Santa Filomena vai terminar esse ano com sua folha de pagamento em dia, cumprindo com nossos compromissos sem demitir ninguém, sem diminuir salário de ninguém. Sem falar que pagamos os salários de dezembro dos funcionários efetivos, décimo terceiro dos efetivos que era da folha de pagamento que o ex-gestor tinha deixado atrasar, e estamos tentando ver a questão do terço de férias que não conseguimos realizar ainda, mas que também não é  nossa parte, a nossa parte está sendo feita, e alguma coisa que ainda tiver atrasado é da gestão anterior, mesmo a gente já tendo pago muita coisa da referida gestão.

No final o Prefeito Cleomatson agradeceu a nossa equipe e falou do sucesso que foi a festa de caprinos e ovinos que ele chamou de a maior festa já realizada em Santa Flomena, bem como, o campeonato que há 9 anos não era mais realizado, segundo o Prefeito,  e sua gestão mesmo com as dificuldades existentes investiu e resgatou essas culturas locais.

Entramos em contato com a Prefeitura de Dormentes PE, e amanhã publicaremos matéria abordando o mesmo tema para também sabermos quais medidas foram tomadas pela gestão municipal daquele município, por parte de sua gestora, Prefeita Josimara Cavalcanti, em relação ao contingenciamento de gastos públicos.

Informações Geraldo Silva

Blog Bruno Brito
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

CONNECT VIAGENS E TURISMO






Broomer






ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI











Tecnologia do Blogger.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

MESTRE SERVIÇOS






PARCEIRO






Cachoeira do Roberto 200 Anos

Cachoeira do Roberto 200 Anos

Instagram


Pesquise







Mais Acessadas

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI