30 novembro 2017

Liberdade de imprensa no mundo está no pior nível desde 2000, diz estudo

(Folha Uol)
A liberdade de imprensa no mundo atingiu seu pior nível desde 2000, apontou um estudo da ONG britânica de defesa da liberdade de expressão Artigo 19 em parceria com o banco de dados V-Dem.
O relatório analisou a diversidade e independência da mídia em 172 países no período entre 2006 e 2016. A análise se baseia em indicadores como viés e corrupção, censura à internet, acesso à Justiça, assédio a jornalistas e igualdade de gênero e classe social. Os critérios compõem uma métrica batizada de Expression Agenda pela ONG.
A Turquia, que vive um momento de recrudescimento do autoritarismo do presidente Recep Tayyip Erdogan após uma tentativa de golpe em 2016, teve o maior declínio. Mas Brasil, Egito, Polônia e Venezuela também registraram uma queda preocupante na liberdade de imprensa.
“Infelizmente nossas conclusões mostram que a liberdade de expressão está sob ataque tanto em democracias como em regimes autoritários”, afirmou ao jornal “The Guardian” Thomas Hughes, diretor executivo da Artigo 19.
A liberdade de imprensa está ainda mais ameaçada depois da ascensão da internet, segundo o estudo, porque o conteúdo on-line vem sendo controlado por algumas empresas de internet cujos processos “são pouco transparentes”, além da pressão comercial em fornecedores de notícias que levou a cortes em investimentos.
De acordo com o relatório, 259 jornalistas foram presos em 2016 e 79 foram assassinados. Os focos de preocupação incluem a vulnerabilidade de repórteres cobrindo a “guerra às drogas” nas Filipinas, no México e em Honduras, e a intimidação contra vozes opositoras pelo governo Erdogan na Turquia.
Mesmo democracias como os EUA se tornaram motivo de preocupação. “Os EUA têm sido tradicionalmente um farol da liberdade de imprensa e defensor de jornalistas, mas uma onda de retórica anti-imprensa do presidente Donald Trump mina o papel da imprensa em uma democracia e potencialmente coloca em perigo jornalistas”, disse Robert Mahoney, vice-diretor-executivo de outra organização, o CPJ (Comitê para a Proteção de Jornalistas).
Blog Bruno Brito
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

CONNECT VIAGENS E TURISMO






Broomer






ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI











Tecnologia do Blogger.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

MESTRE SERVIÇOS






PARCEIRO






Cachoeira do Roberto 200 Anos

Cachoeira do Roberto 200 Anos

Instagram


Pesquise







Mais Acessadas

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI