04 março 2018

No Agreste, “Pernambuco Quer Mudar” confirma candidatura única e arrasta 5 mil pessoas.



O movimento “Pernambuco Quer Mudar” anunciou, em Caruaru, neste sábado (3), que o grupo lançará candidatura única ao governo de Pernambuco nesta eleição. O nome será conhecido em abril. Antes, no dia 7, o conjunto terá novo encontro: no município de Ipojuca, na Região Metropolitana. Na Capital do Agreste, mais de 5 mil pessoas se reuniram no Arena Caruaru. A frente juntou 70 prefeitos, ex-prefeitos, vices, deputados estaduais e federais, além de vereadores, trabalhadores e representantes de setores da sociedade.
Anfitriã do evento, a prefeita Raquel Lyra (PSDB) destacou que o atual governo do estado não representa o povo de Caruaru. e está numa luta insana em manter o poder pelo poder.
Para o ministro de Minas e Energia, Fernando Filho, o atual governo não conseguiu manter unido o que levou anos para o ex-governador Eduardo Campos juntar com as mãos. “Hoje nós da oposição temos duas certezas: estaremos juntos nas eleições e vamos vencer a disputa”, disse. O ex-governador Joaquim Francisco (PSDB) destacou que “mudar” não é apenas um verbo, mas uma proposta de mudança que gera esperança.
O senador Fernando Bezerra Coelho (MDB) comparou a situação de Pernambuco com a da Bahia e Ceará e cravou que, nos últimos três meses, Pernambuco está engolindo poeira dos estados vizinhos, em se tratando da segurança e do desemprego.
“Esse é um projeto coletivo. Aqui estamos para compartilhar as mudanças. O ato do Recife foi um aviso. Em Petrolina, o Sertão se encontrou. Hoje, em Caruaru, temos esse grande ato e em Ipojuca será ainda maior. É nesse caminho, o da mudança, que vamos seguir. disse o deputado federal Bruno Araújo.
Já o ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM) cravou que o estado está desgovernado e sem liderança. “Ao mesmo tempo não tem liderança política para aglutinar as forças principais do Pernambuco de um lado e de outra parte as políticas públicas como saúde, educação, infraestrutura não chegam para atender o povo pernambucano. Falta saúde, falta segurança pública e o estado tem cada vez mais sua infraestrutura física, como estradas, deteriorada”, ressaltou.
O senador Armando Monteiro (PTB) destacou que o grupo das oposições é um conjunto que tem história, experiência, juventude, decência e espírito público e vai, a partir de abril, iniciar o trabalho para apresentar uma nova agenda a Pernambuco. “Vamos ouvir a população e recolher contribuições para construir um novo projeto para o Estado. Aquele que merecer a escolha vai a escolha vai, em qualquer hipótese, ter que ter entusiasmo. Sou fiador desse compromisso que hoje se afirma em Pernambuco”, garantiu.
Último a discursar, o ex-governador João Lyra Neto (PSDB) acusou que o que a atual gestão diz na publicidade não condiz com a realidade do povo.(Blog de Magno Martins)
Blog Bruno Brito
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

AFRABURGUER





ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

PARCERIA
















Tecnologia do Blogger.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

MESTRE SERVIÇOS






PARCEIRO






Cachoeira do Roberto 200 Anos

Cachoeira do Roberto 200 Anos

Instagram


Pesquise







Mais Acessadas

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI