15 maio 2018

Nova pesquisa da CNT/MDA Lula continua na frente disparado e a justiça não passou no teste

Apolo da Silva – Blog Os Divergentes
O discurso dos petistas colou. A Justiça não é considerada igual para todos por 90.3%, de entrevistados em pesquisa CNT/MDA, coletada entre nove e 12 de maio. Mesmo depois de todo o trabalho do Ministério Público, do STJ e do STF na Lava Jato, a Justiça é apenas a terceira instituição, com parcos 8,6%, na qual a população mais confia.
O trabalho do Juiz Sérgio Moro e outros não melhorou a imagem da Justiça, conforme a leitura da pesquisa divulgada hoje. A Justiça é considerada ruim ou péssima para 55,7% dos ouvidos, sendo que ela é pouco confiável para 52,8%% e nada confiável para 36,5%. A avaliação poderia ser ainda pior se a imprensa fizesse uma cobertura mais crítica do trabalho da Justiça.
As Redes Sociais na mira
O uso político das redes sociais precisa vencer um grande obstáculo: a credibilidade. Nada mais nada menos do que 81,4% desconfia do que lê na internet, às vezes acredita e em outras não. Por isso, 76,9% conferem as informações que leem na internet – 31,5% sempre e 45,4% às vezes. É elevado o número dos que usam a internet diariamente – 49%. Mas, a pesquisa CNT/MDA registra que, os temas mais procurados são: entretenimento/novelas/variedades, 42,5%; política, 28,2%; e, Esportes, 20,6%.
A gangorra dos candidatos
Como se poderia esperar, Lula continua liderando – com 32,4%. Ele é seguido por Jair Bolsonaro – com 16,7%. Sem Lula, é interessante verificar que Geraldo Alckmin caiu acima da margem de erro – de 8,6% para 5,3%. Os candidatos Jair Bolsonaro e Marina Silva caíram na margem de erro e Ciro Gomes subiu nesta mesma condição.
Vale registrar o percentual dos entrevistados que dizem que não votariam nos candidatos. Quem lidera neste quesito é Marina Silva com 56,5%, seguido de Geraldo Alckmin com 55,9% e depois Jair Bolsonaro 54,8%. No que se refere ao quesito ouviu falar, o caso de Marina é o mais grave, pois apenas 2,9% não a conhecem. Ela é seguida por Alckmin (8,4%) e Bolsonaro (9,3%). Mas nem tudo é assim tão ruim, os candidatos com maiores percentuais quando a pergunta é “se o eleitor poderia votar nele”, são: Marina Silva, 33,1%: Ciro Gomes, 31,7%; e, Geraldo Alckmin, 30,3%.
A CNT/MDA publica uma tabela com o potencial positivo dos candidatos. Vale a pena registrar: Ciro Gomes, 34,6: Geraldo Alckmin, 31,9%, Fernando Haddad, 16,6%; e, Henrique Meirelles, 14,3%. Considerando apenas os que conhecem os candidatos destacamos: Ciro Gomes, 40,9%; Geraldo Alckmin, 34,8%; Fernando Haddad, 25,2%; e, Henrique Meirelles, 21,5%.
Blog Bruno Brito
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Broomer






ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

PARCERIA
















Tecnologia do Blogger.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

MESTRE SERVIÇOS






PARCEIRO






Cachoeira do Roberto 200 Anos

Cachoeira do Roberto 200 Anos

Instagram


Pesquise







Mais Acessadas

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI