08 junho 2018

Lula será lançado à presidência nesta sexta (8)

Na esteira das articulações regionais, o Partido dos Trabalhadores realiza, nesta sexta-feira (8), em Contagem, em Minas Gerais, o Ato Nacional de lançamento de pré-candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à Presidência da República. Minas é o segundo maior colégio eleitoral do Brasil, com 15.043.866 eleitores, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e o maior estado governado pelo partido.
Líder nas pesquisas de intenções de votos, o petista cumpre pena de 12 anos e um mês de prisão em Curitiba, após ter sido condenado em segunda instância por corrupção passiva. Uma carta do ex-presidente deve ser lida durante o evento, que terá transmissão ao vivo pela internet. A legenda aguarda a presença de movimentos sociais, artistas, intelectuais, religiosos e diversas lideranças.
Estarão ladeados a presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), o senador Humberto Costa (PT) e a vereadora do Recife Marília Arraes (PT), pré-candidata ao Governo de Pernambuco. Além da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), especulada como candidata ao Senado, e o empresário Josué Alencar (PR) – filho do ex-vice de Lula, José Alencar -, cotado para a vice do petista.
Diante do cenário vivido por Pimentel – que está sofrendo processo de impeachment na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), mas ainda assim possui candidatura competitiva -, o ato no estado é um reforço simbólico ao governo. “Minas é um estado importante para o País e para o partido. Sempre deu vitórias importantes para Lula, para Dilma e para o PT”, destacou o presidente estadual do PT, Bruno Ribeiro.
Além do ato de lançamento da pré-candidatura de Lula, haverá encontro dos presidentes estaduais do partido com Gleisi Hoffmann, nesta sexta, e reunião da Executiva nacional, no sábado (9). “Vão ser dois dias intensos de trabalho reforçando a candidatura de Lula e do projeto para o País, além do reconhecimento do governo Pimentel. (Minas) É um estado estratégico”, pontuou Vivian Farias, membro da Executiva nacional do PT.
Apesar dos petistas não falarem abertamente, há o receio do PT em se tornar uma legenda regional – de Norte e Nordeste -, caso Pimentel perca a eleição mineira. Por isso, o esforço do partido em realizar o ato no estado e de fechar a aliança com o PSB em Minas, em contrapartida do PT apoiar o PSB em Pernambuco. Nos bastidores, as movimentações do ex-prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda (PSB), em direção à candidatura estadual e à aliança como PDT, que no primeiro momento assustaram os petistas, já não melindram.

Blog Bruno Brito

Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

AFRABURGUER





ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

PARCERIA
















Tecnologia do Blogger.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

MESTRE SERVIÇOS






PARCEIRO






Cachoeira do Roberto 200 Anos

Cachoeira do Roberto 200 Anos

Instagram


Pesquise







Mais Acessadas

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI