05 agosto 2018

A decisão é final: Marília Arraes não será candidata ao governo pelo PT

O encontro nacional do PT, realizado em São Paulo e com a presença de aproximadamente 600 delegados da legenda petista, a chamada base do partido, lavou as mãos sobre a decisão de manter ou retirar a pré-candidatura de Marília Arraes (PT) ao governo de Pernambuco. Os delegados decidiram não se posicionar. Isso significa, segundo a secretária de comunicação da sigla no estado, Sheila Oliveira, que prevalece o que foi determinado pelo diretório nacional do PT na última sexta-feira. Na prática, a base nacional não quis se rebelar contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que esteve a par de todas as negociações e externou sua posição por meio da presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann. Lula inclusive foi confirmado neste sábado como candidato petista à Presidência da República.
O PT de Pernambuco vai se aliar com o governador Paulo Câmara (PSB). O nome que vai representar a sigla petista nas eleições de 2018 e na aliança estadual com o PSB é o senador Humberto Costa. Ele será candidato ao Senado na chapa de Paulo Câmara, ao lado de Jarbas Vasconcelos (MDB).
Segundo Sheila, o encontro nacional é a última instância partidária que poderia ter dado suporte à postulação de Marília. Como os delegados acharam por bem não se posicionar sobre o assunto – eles votaram para não decidir – o recurso perdeu o sentido.
Sheila Oliveira estava ao lado de Marília quando saiu o resultado. A pré-candidata ainda não foi localizada até o fechamento desta matéria.
O presidente estadual do PT, Bruno Ribeiro, disse que “o encontro deliberou que a decisão sobre os recursos foi delegada à executiva nacional, que já tem a posição que conhecemos e que ontem foi mantida pelo diretório nacional”.
Preso desde o dia 7 de abril, na carceragem da Polícia Federal, em Curitiba (PR), Lula conseguiu mexer em todo o xadrez eleitoral do país e do estado ao propor a retirada do nome da pré-candidata de cena. O afastamento de Marília do páreo isolou o presidenciável Ciro Gomes (PDT). Pernambuco estará no centro das atenções políticas até o prazo final das convenções partidárias neste domingo (5).
Depois dessa decisão, o PT de Pernambuco vai realizar sua convenção estadual apenas de forma protocolar neste domingo, às 11h. O recurso de Marília foi indeferido pelo diretório nacional por 57 votos a 29. Antes, a executiva nacional da legenda já havia decidido retirar a pré-candidatura de Marília por 17 a 8. Marília resistiu até “a última instância”, como prometeu. Mas, entre a pré-candidatura dela e uma orientação de Lula, que está preso, os delegados-militantes optaram por deixar a decisão com o maior cacique da legenda. A vantagem agora, portanto, está com Paulo Câmara. Ele será o candidato de Lula em Pernambuco e será confirmado na convenção estadual da sigla socialista.(Diário de Pernambuco)
Blog Bruno Brito
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

CONNECT VIAGENS E TURISMO






Broomer






ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI











Tecnologia do Blogger.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

MESTRE SERVIÇOS






PARCEIRO






Cachoeira do Roberto 200 Anos

Cachoeira do Roberto 200 Anos

Instagram


Pesquise







Mais Acessadas

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI