10 outubro 2018

Adalberto Cavalcanti & Afrânio: "se queres prever o futuro, estuda o passado".

Resultado de imagem para adalberto na prefeitura de Afrânio

Citações como:

"O futuro é fonte de inquietação permanente para a humanidade". e, "Se queres prever o futuro, estuda o passado".indicam que certas atitudes de determinadas pessoas, aparentemente alegres no momento, podem ser frutos de uma inquietação futura inevitável, que para esconder a sensação de medo do porvir, gargalhadas sem motivos são dadas, comemoração sem vitória são feitas, numa explícita tentativa de cobrir o sol com a peneira como diz o ditado, e mesmo assim, o frio na barriga por medo do que virá depois, tende a aumentar mais e mais a cada minuto que se passa.

Pois bem, analisando a política de Afrânio e todos os respectivos acontecimentos da mesma, uma lembrança é inevitável para os dois lados, popularmente conhecidos como, "Boca Pretas e Serrotes".

A verdade é que os simpatizantes dos dois lados sabem, assim como, a população da região em geral, que o deputado federal Adalberto Cavalcanti que não logrou êxito no pleito atual, é o mesmo que com alegria comemorou inúmeras vitórias em Afrânio, nunca perdendo sequer, uma disputa direta para os adversários do referido município. Por isso mesmo é que usando a observação mais racional e menos emotiva, pergunto: "Qual o motivo da comemoração dos adversários de Adalberto em Afrânio"? Ah! Será que foi porque ele não renovou o mandato de deputado federal? 

Acho que nesse exato momento é sensato voltarmos a frase inicial do pensador:  "Se queres prever o futuro, estuda o passado". 

Assim sendo, questionamentos também surgem:

Então! E se aquele que nunca perdeu em Afrânio, estando ele mesmo na disputa, agora sem mandato federal, voltar às suas origens e recomeçar sua carreira política exatamente do ponto de partida de sua ascensão vitoriosa? 

A perca do mandato federal do mesmo não seria mais preocupante que emocionante para os seus adversários em Afrânio não? Isso não é lógico, tem certeza?

Haja vista que, mesmo ele não tendo feito campanha para deputado federal em Afrânio como fez o atual prefeito que designou equipes para o interior e tal, e tendo participado apenas de uma caminhada  rápida na feira, foi majoritário em sua terra natal e ainda colocou uma diferença de quase 900 votos em relação ao candidato dos seus adversários que suaram a camisa para dar exatamente os mesmos 4 mil votos de sempre para o candidato que eles apoiaram. 

Resumindo: "a presente comemoração é por conta da possível volta de Adalberto para Afrânio, já que a partir de fevereiro não será mais deputado federal, ou é uma inquietação lógica por medo de um futuro que está por vir, tanto assombroso, quanto inevitável para eles"? Bom, como já adiantaram outros colegas blogueiros, quem viver verá!!!!

Fonte: Geraldo Silva

Blog Bruno Brito
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

Um comentário:

  1. É quem viver verá eu votava nos fernandes mais como eles gostam de governar com marcação eu não voto neles nunca mais, pois e não sou tolo "https://g1.globo.com/politica/noticia/pgr-denuncia-ao-supremo-deputado-adalberto-cavalcanti.ghtml"

    ResponderExcluir

Broomer






ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

PARCERIA
















Tecnologia do Blogger.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

MESTRE SERVIÇOS






PARCEIRO






Cachoeira do Roberto 200 Anos

Cachoeira do Roberto 200 Anos

Instagram


Pesquise







Mais Acessadas

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI