04 abril 2014

Dilma libera ministros para ajudar Armando Monteiro em Pernambuco

armando
O ministro da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Guilherme Afif Domingos, veio ao Recife para prestigiar uma agenda com o senador petebista Armando Monteiro Neto. Ele participou da Comicro e pediu mobilização pela aprovação do Simples Nacional, que tramita na Câmara dos Deputados, durante Caravana da Simplificação na capital pernambucana. Armando Monteiro também aproveitou o evento para criticar Paulo Câmara.
No mesmo dia, o governo João Lyra anunciou a criação de uma pasta para a microempresas, entregue a um consultor empresarial de Caruaru. Nesta pré-campanha, o PTB tem criticado o candidato socialista Paulo Câmara acusando-o de não ajudar e até mesmo prejudicar as micros, como secretário da Fazenda.
Inicialmente, o ministro planejava fazer a palestra na Associação Comercial de Pernambuco (ACP), mas acabou desistindo, uma vez que a diretoria estaria inclinada a fechar com Paulo Câmara.
A possibilidade de ampliação do número de optantes do Simples Nacional com mudanças na Lei Geral da Micro e Pequena Empresa e a desburocratização da abertura e do fechamento de empresas foram os principais pontos defendidos pelo ministro da Secretaria da Micro e Pequena Empresa da Presidência da República, Guilherme Afif Domingos, durante a Caravana da Simplificação, que ocorreu hoje (3), durante o XIX Congresso Brasileiro de Micro e Pequenas Empresas (Comicro).
Para um auditório com cerca de mil pessoas, Afif reiterou a importância da união dos micro e pequenos empresários brasileiros para que o segmento ganhe cada vez mais força, aumentando a renda e emprego do País. “Juntos nós conseguimos deixar o Brasil cada vez mais forte. Eu hoje represento 97% do universo empresarial brasileiro e 52% da força do emprego”, disse.
Segundo o presidente da Comicro, José Tarcísio da Silva, o Congresso reforça reflexões sobre os avanços e os desafios a serem enfrentados, principalmente em um momento de grandes oportunidades. “Para que essas oportunidades se tornem realidade é preciso que haja apoio, divulgação e maior aproximação e conhecimento destes empresários dos benefícios que a lei lhes oferta”, ressaltou.
No dia 9 de abril, uma comissão deve tratar a questão da universalização do Simples na Câmara Federal. Afif reiterou o reforço do presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, que demonstrou empenho na celeridade da aprovação do projeto de lei complementar. O parlamentar garantiu que a votação ocorrerá no dia 29 de abril ou 6 de maio.
“O primeiro passo é a universalização do Simples, que tem que ser por tamanho de empresa, e não por categoria de empresa. Todos que receberem até R$ 3,6 milhões por ano devem ser beneficiados, não importa o setor de atividade”, afirmou o ministro.
O ministro Afif Domingos também aproveitou a ocasião para lançar a Rede Nacional para Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim) e enfatizou a desburocratização dos processos de abertura e fechamento de empresas com a implantação da Rede. A expectativa dele é que a rede esteja totalmente implementada no país até dezembro.
O titular da pasta destacou que a integração vai permitir reduzir o tempo de abertura de uma empresa, que hoje dura até 180 dias, para cinco. As medidas para isso são a implantação do conceito do balcão único ou janela única de atendimento, através da Junta Comercial, a utilização do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) como registro único e o licenciamento integrado.
“O Programa integrará em todo o país, Junta Comercial, Receita Federal, Secretaria de Fazenda, prefeituras e outras entidades, descomplicando e agilizando o processo de abertura e fechamento de empresas. Além de unificar a formalização nos níveis municipal, estadual e federal”, explicou o ministro. “A Caravana dá uma sequência formidável a um processo de fortalecimento das micro e pequenas empresas em todo o país. A minha vinda aos Estados tem justamente a função de integrar as ações do Governo Federal com os governadores e prefeitos”, destacou o ministro.
Também participaram do evento o presidente do Sebrae Nacional, Luiz Barretto; o secretário do Estado de Trabalho, Qualificação e Empreendedorismo de Pernambuco, Murilo Guerra, o diretor de Políticas Públicas do Sebrae Nacional, Bruno Quick; o secretário executivo do Comitê Gestor do Simples Nacional, Silas Santiago; o deputado federal e presidente da Federação das Indústrias de Pernambuco, Jorge Côrte Real; o deputado federal, Pedro Eugênio entre outros.
Oficialmemte, segundo o governo federal, o objetivo da presença do ministro nos estados é fortalecer os Fóruns estaduais e transformar o ambiente de negócios das micro e pequenas empresas (MPE) brasileiras, com desoneração tributária, desburocratização do processo de abertura e fechamento de empresas, e do cumprimento das obrigações acessórias e de apoio ao aumento da competitividade do segmento.
Fonte: Blog do Jamildo
Blog Bruno Brito
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

CONNECT VIAGENS E TURISMO






Broomer






ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI











Tecnologia do Blogger.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

MESTRE SERVIÇOS






PARCEIRO






Cachoeira do Roberto 200 Anos

Cachoeira do Roberto 200 Anos

Instagram


Pesquise







Mais Acessadas

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI