13 novembro 2019

Vereadora Rosarinha mostra indignação após governo de Pernambuco adiar licitação para restauração da PE-635


Após a Secretaria de Infraestrutura do Estado de Pernambuco resolver adiar o processo licitatório da restauração da PE-635 que liga as cidades de Afrânio a Dormentes, indignada com a falta de compromisso do GOVERNO DO ESTADO para com a população do Sertão, a pré-candidata a prefeita de Dormentes, Rosarinha Coelho publicou em suas redes sociais uma nota exigindo do governador mais compromisso e respeito com o povo de Dormentes.

A obra tão aguardada pela população dos dois municípios foi anunciada em evento na cidade de Petrolina e contou a presença do governador Paulo Câmara. A seção inicial da licitação que deveria ter ocorrido nesta última terça-feira (12) foi adiada sem data prevista para iniciar.

Veja na íntegra.

Essa imagem revela para uns o que já sabíamos ou pelo menos esperávamos: o descaso e o descompromisso do governo do estado para com população do Sertão, e em especial com o povo de Dormentes.

Um dia antes de acontecer a sessão inicial do processo licitatório da restauração da PE-635, a Secretaria de Insfraestrutura do Estado resolve adiar, sem marcar nova data, o processo licitatório. 

Isso quer dizer que a população vai ficar mais uma vez sem previsão de quando acontecerá a sessão inicial da licitação, ato que dá início ao processo licitatório e que só após uma série de atos chegará a contratação de uma empresa para execução da obra.

Na prática, o que o Governador fez, foi o que está fazendo desde 2015: adiando a sua obrigação/dever legal de manter a conservação da rodovia PE-635, nos garantindo condições mínimas de segurança.

Enquanto isso a gestão municipal de Dormentes dá apoio irrestrito a este governo do estado. Sai de Dormentes para aplaudir e comemorar promessas vazias e o descaso para com Dormentes. O mínimo que a população esperava da administração municipal é indignação com o governo de Pernambuco. Precisamos ser a voz que representa verdadeiramente os anseios da nossa população, e não nos calar diante da irresponsabilidade do Governador, como a Gestão Municipal tem feito.

Exigimos do Governador mais respeito e compromisso com a população, não vamos nos calar diante da omissão do estado.

Vereadora Rosarinha Coelho

Blog Bruno Brito
Compartilhar:
11 novembro 2019

AFRÂNIO/PE- Após denúncia anônima, vereadores da oposição acionam polícia técnica para investigar um SUPOSTO CEMITÉRIO DE OBJETOS HOSPITALARES sendo que alguns ainda iriam vencer em 2022.


Na manhã desta segunda-feira (11) o vereador Pretinho do município de Afrânio PE, chamou os colegas de Câmara, JB e Junior para averiguarem a veracidade de uma denúncia anônima que o mesmo havia recebido por telefone, de que  depois do novo bairro semidoceia, ao lado esquerdo no sentido Afrânio/Paulistana, em cima de um alto, existiam cemitérios de produtos hospitalares. 

Os 03 fiscais membros do poder legislativo, usando do poder que lhes competem, se dirigiram até o mencionado local, onde lá chegando, constataram a veracidade dos fatos. 











Ainda que o referido material tivesse sido utilizado, mas jogado fora daquele jeito, seria um erro absurdo podendo caracterizar até crime ambiental. Agora imagine os senhores e observem nas imagens acima, que tem prazo de validade, o que é curioso, com vencimento ainda para 2022.

Intrigados com aquela inusitada situação, os parlamentares acionaram a Polícia Jurídica para investigar a natureza daquele material e o porque, que mesmo não estando com o prazo de validade vencido ainda, foi descartado e enterrado em cima do alto, no pé morro.

Após solicitação dos vereadores, Já na parte da tarde de hoje, 11, 03 peritos vieram de Petrolina recolher amostras de todo material para análise pericial. 

O vereador Pretinho juntamente com os vereadores Júnior, JB e Leila de Dos Anjos, fazem oposição a gestão atual e segundo Pretinho é dever deles e dos colegas, mesmo os da situação, trazer a luz para sociedade prestando todos os devidos esclarecimentos assim que precisar, principalmente diante de tão obscuro fato, e questionou, "Se não  estava vencido, tendo sido comprado com o dinheiro público, porque foi jogado fora e enterrado em local secreto, e quem seriam os responsáveis"? 

Certamente com o resultado da perícia os vereadores em questão irão esclarecer para a população afraniense os detalhes desse misterioso acontecido, e o respectivo resultado da análise pericial, para assim ser definitivamente tomadas as providências cabíveis, junto a  um órgão competente.
O blog, antecipadamente, esclarece que todas as imagens e informações contidas na matéria, são de responsabilidade dos vereadores acima citados.

Texto- Geraldo Silva

Blog Bruno Brito
Compartilhar:

“Não vou polemizar. Ele continua condenado”, diz Bolsonaro sobre Lula

Em meio ao acirramento político brasileiro após a soltura do ex-presidente Lula (PT), o presidente Jair Bolsonaro (PSL) disse que não iria polemizar com o petista.
“Não vou polemizar. Ele continua condenado”, disse.
A declaração foi dada na manhã desta segunda-feira (11) momentos antes de entregar 4.100 unidades habitacionais em Campina Grande.
Bolsonaro não quis falar sobre a possibilidade de o Congresso aprovar uma PEC (proposta de emenda à Constituição) para que condenados em segunda instância possam começar a cumprir a pena.
“Eu não voto. O Parlamento tem completa independência”, declarou Bolsonaro.
Blog Bruno Brito
Compartilhar:

Apostar na loteria fica mais caro; mega-sena vai custar R$ 4,50

Resultado de imagem para Apostar na loteria fica mais caro; mega-sena vai custar R$ 4,50
Os preços das apostas de oito modalidades lotéricas ficaram mais caros a partir de hoje (10). Segundo a Caixa Econômica Federal, o reajuste foi feito, após quatro anos sem elevação dos preços.
Os novos valores foram autorizados pela Portaria nº 8.061 do Ministério da Economia, publicada no Diário Oficial da União no último dia 31 de outubro. O reajuste valerá para os sorteios que serão realizados a partir desta segunda-feira (11). Os novos preços serão os mesmos em todos os canais de apostas, conforme tabela:
Modalidade Lotérica    Preço Anterior    Novo Preço   
Mega-Sena                        R$ 3,50                R$ 4,50    
Lotofacil                              R$ 2,00               R$ 2,50    
Quina                                  R$ 1,50               R$ 2,00     
Lotomania                           R$ 1,50               R$ 2,50     
Dupla Sena                         R$ 2,00               R$ 2,50     
Timemania                          R$ 2,00               R$ 3,00     
Loteca                                R$ 2,00                R$ 3,00   
Segundo a Caixa, as mudanças contribuirão para o aumento dos prêmios ofertados aos apostadores. “Também será incrementado o repasse social de recursos às áreas definidas na lei, como Educação, Esporte, Segurança, Seguridade, Cultura e Saúde, entre outras”, diz o banco.
Como apostar
As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio em qualquer lotérica do país e também no portal Loterias Online. Clientes com acesso ao Internet Banking Caixa podem fazer apostas na Mega-Sena pelo computador pessoal, tablet ou smartphone. Para isso, é preciso ter conta corrente no banco e ser maior de 18 anos. As apostas pelo Internet Banking podem ser feitas das 8h às 22h (horário de Brasília), exceto em dias de sorteios, quando as apostas se encerram às 19h, retornando às 21h para o concurso seguinte.
Para jogar pela internet, no Portal Loterias Online, o apostador precisa ser maior de 18 anos e efetuar um pequeno cadastro. O cliente escolhe seus palpites, insere no carrinho e paga todas as suas apostas de uma só vez, utilizando o cartão de crédito. O valor mínimo da compra no Portal (que pode conter apostas de todas as modalidades disponíveis no site) é de R$ 30,00 e máximo de R$ 500,00 por dia. Também pelo portal, os apostadores podem optar pelos combos de apostas, que podem ser de apenas uma modalidade ou de várias modalidades. Na seleção do combo, o cliente pode escolher entre visualizar os números selecionados em cada aposta ou o formato Surpresinha, no qual o sistema escolhe aleatoriamente os números da aposta.
Para usuários do sistema iOS, o aplicativo Loterias Caixa já está disponível na Apple Store. As modalidades que estão disponíveis para apostas são: Mega-Sena, Lotofácil, Quina, Lotomania, Timemania, Dupla Sena, Loteca, Lotogol e Dia de Sorte. As apostas podem ser feitas todos os dias e a qualquer hora, durante o período de captação de cada concurso. Em breve, diz a Caixa, ficará disponível o aplicativo na loja Google Play, para os sistema Androide.
Bolão
Para as modalidades Mega-Sena, Dia de Sorte, Lotofácil, Quina, Dupla Sena e Loteca, há a possibilidade de fazer bolão. Basta formar um grupo, escolher os números da aposta, marcar a quantidade de cotas e registrar em qualquer uma das lotéricas do país. Ao ser registrada no sistema, a aposta gera um recibo de cota para cada participante que, em caso de premiação, poderá resgatar a sua parte do prêmio individualmente.
O apostador também pode adquirir cotas de bolões organizados pelas lotéricas. É preciso solicitar ao atendente a quantidade de cotas que deseja e guardar o recibo para conferir a aposta no dia do sorteio. Nesse caso, poderá pagar uma tarifa de serviço adicional de até 35% do valor da cota, a critério da lotérica. Com o reajuste, as cotas mínimas e máximas dos bolões também serão adequadas, de acordo com cada modalidade. (Via: Agência Brasil)
Blog Bruno Brito
Compartilhar:

Pernambuco de luto! Morre o jornalista e colunista político Inaldo Sampaio, aos 64 anos

Inaldo Sampaio
O jornalista e colunista político Inaldo Sampaio faleceu aos 64 anos, no Recife. Inaldo, que assinou a coluna Fogo Cruzado na Folha de Pernambuco, morreu na madrugada desta segunda-feira (11). O velório será realizado no Cemitério Morada da Paz, em Paulista, na Região Metropolitana do Recife, onde será realizado também o enterro, às 17h.
Inaldo Sampaio lutava havia anos contra um câncer e, nesta madrugada, sofreu uma parada cardíaca, falecendo no Hospital Português.
Atualmente, Inaldo Sampaio era colunista político da rádio CBN Recife, assinava  coluna política no Diario de Pernambuco – o último texto, “Lula só não pode incendiar o país”, foi publicada na edição desta segunda. O jornalista também atuava no Tribunal de Contas do Estado, onde ingressou em 1995.
Inaldo foi ainda comentarista político no Jornal do Commercio e no programa Bom dia Pernambuco, da Rede Globo. Também teve passagem pelo O Globo. Irmão do também jornalista Ivanildo Sampaio, Inaldo deixa esposa, dois filhos e um neto.
Presidente do Grupo EQM – do qual a Folha de Pernambuco faz parte -, o empresário Eduardo de Queiroz Monteiro lamentou o falecimento de Inaldo Sampaio. “O jornalismo e Pernambuco ficam mais pobres com o passamento de Inaldo. Ele tinha, entre suas virtudes, a memória política do Estado”, afirmou.
Editora-chefe da Folha de Pernambuco, a jornalista Leusa Santos elogiou o trabalho do jornalista: “Inaldo sempre prezou pela coerência nas suas análises do cenário político do país. É um quadro que fará falta ao setor jornalístico”.
Em seu perfil no Instagram, a colunista social da Folha de Pernambuco, Roberta Jungmann, lamentou a morte do colega: “Os mundos político e jornalístico sentirão um grande vazio. Eu o chamava da ‘minha Bíblia’ de prefeitos e sempre recorria a ele quando precisava me aprofundar nas questões políticas. Descanse em paz meu GRANDE MESTRE! SAUDADES ETERNAS!”.
A colunista de política da Folha, Renata Bezerra de Melo, também expressou seus sentimentos. “O adeus a Inaldo Sampaio é das notícias difíceis e tristes de se dar. O jornalismo perde um personagem importante com quem tive oportunidade de estreitar a relação durante o período em que ele escreveu para Folha de Pernambuco. Sempre gentil no trato, com a pena afiada, Inaldo dedicou boa parte da vida à comunicação e tinha extensa bagagem na política. Ele deixa uma lacuna. Minha solidariedade à família, que encontre conforto”.
O governador do Estado, Paulo Câmara, chamou Inaldo de “defensor intransigente da democracia”. “Com profundo pesar recebi a noticia do falecimento do jornalista Inaldo Sampaio. Inaldo era um profundo conhecedor da política pernambucana e defensor intransigente da democracia. Do litoral ao sertão, nada escapava ao seu olhar preciso e marcante. Emprestou seu talento aos três principais jornais da capital, além de várias rádios e páginas da internet. Expresso minha solidariedade à família e aos amigos”, disse.
O prefeito do Recife, Geraldo Julio, também emitiu seu pesar. “Recebi com muita tristeza a notícia do falecimento do jornalista Inaldo Sampaio. Ele cumpriu por muitos anos a missão de informar a população com correção e grande competência. Era um profundo conhecedor da política de Pernambuco e vai fazer muita falta. Aos tantos parentes e amigos, quero deixar meu abraço e sinceros pêsames”.(Folhape)
Blog Bruno Brito
Compartilhar:
08 novembro 2019

Ex-presidente Lula é libertado após 1 ano e 7 meses de prisão

(Foto: Reprodução)
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixou a sede da Polícia Federal em Curitiba, onde estava preso, na tarde desta sexta-feira (8). Lula teve a liberdade concedida pela Justiça depois de uma decisão de ontem do Supremo Tribunal Federal (STF) que volta a considerar inconstitucional a prisão após condenação em segunda instância. Como ainda tem recursos em andamento e não tem prisão preventiva em seu nome, Lula foi beneficiado pela decisão.
Ele deixou a prisão acompanhado de familiares, da namorada Rosângela e de políticos como Gleisi Hoffmann, presidente do PT. Logo depois, falou aos militantes que aguardavam em frente à sede, criticando o que chamou de "banda podre" do Ministério Público e agradecendo o apoio que recebeu enquanto esteve preso.
A defesa do ex-presidente protocolou na manhã de hoje pedido de liberdade. Os defensores alegaram que a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que considerou inválida a execução provisória da pena em segunda instância, é de conhecimento público e pede que seja expedido alvará de soltura para o petista. Lula está preso desde 7 de abril de 2018 na sede da Polícia Federal do Paraná, berço da Operação Lava Jato.
"Luiz Inácio Lula da Silva, qualificado nos autos da Execução Penal Provisória em epígrafe, cujos trâmites se dão por esse douto Juízo, vem, por seus advogados que abaixo subscrevem, respeitosamente, à presença de Vossa Excelência, requerer a expedição imediata de ALVARÁ DE SOLTURA, diante do resultado proclamado na data de ontem pelo Supremo Tribunal Federal - público e notório - no julgamento simultâneo das ADCs 43, 44 e 54", informa o documento protocolado às 11h12 na 12.ª Vara Federal de Curitiba.
Na decisão pela soltura, o juiz  diz que com a decisão do STF "firmou-se novo entendimento, no sentido de que a execução penal provisória, antes de findadas as oportunidades para recurso, somente é cabível quando houver sido decretada a prisão preventiva do sentenciado, nos moldes do artigo 312 do Código Processo Penal".
O ex-presidente ainda tenta a anulação do processo argumentando que o ex-juiz Sergio Moro não tinha a imparcialidade necessária para julgá-lo. Ele também foi condenado em outro caso, envolvendo um sítio em Atibaia. O julgamento de uma apelação de Lula neste caso foi marcado para o dia 27 deste mês.
A decisão do STF foi considerada como um revés para a Operação Lava-Jato. De acordo com levantamento do Ministério Público do Paraná, ao menos 38 réus presos no âmbito da operação devem ser beneficiados pela decisão. Lula foi condenado a uma pena de oito anos e 10 meses por corrupção na Lava Jato.
Livre
Solto, Lula não será impedido de viajar pelo País nem de participar de atos políticos, segundo o que é previsto no Código de Processo Penal (CPP). Por outro lado, como já foi condenado por duas instâncias, Lula não pode concorrer a cargos públicos em razão da Lei da Ficha Limpa.

Em tese, a lei também não o obriga a cumprir medidas como se recolher em casa à noite, usar tornozeleira eletrônica ou entregar seu passaporte à polícia. Há uma exceção, porém. Se o Ministério Público Federal (MPF) avaliar que o réu oferece algum risco à investigação, ao processo ou a testemunhas, pode pedir à Justiça uma prisão preventiva ou alguma medida cautelar, como a proibição de sair do País, por exemplo. Desde que começou a ser investigado na Operação Lava Jato, no entanto, o ex-presidente não foi alvo de nenhuma decisão deste tipo.
Lula no dia em que foi preso (Foto: Ricardo Stuckert/Divulgação)
Cidadão comum
"Lula não praticou qualquer ato ilícito e é vítima do uso estratégico do direito para fins de perseguição política", disseram em nota os advogados de Lula, Cristiano Zanin Martins e Valeska Martins. 

Juristas ouvidos pelo jornal O Estado de S. Paulo afirmaram que o julgamento do Supremo faz com que, se for solto, Lula passe a ter direito às mesmas liberdades de um cidadão que não responde a nenhum processo e pode gozar da presunção de inocência enquanto seu processo não chegar ao trânsito em julgado.
"Lula poderá ter de cumprir alguma medida cautelar, mas isso depende de um pedido do Ministério Público", disse o professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV) Davi Tangerino.
Segundo o artigo 282 do CPP, a determinação de medidas cautelares está ligada ao cumprimento de requisitos. "Lula respondeu ao processo inteiro em liberdade, não deu causa a nenhum tipo medida cautelar nem pedido de prisão preventiva. Então, a princípio, estará gozando de sua liberdade plena", afirmou a presidente da Comissão de Direito Penal da Ordem dos Advogados do Brasil seção São Paulo (OAB-SP), Daniella Meggiolaro Paes de Azevedo.
Agenda
Mesmo antes de terminar o julgamento do Supremo, dirigentes do PT começaram a discutir uma agenda política para Lula. A ideia é organizar o máximo possível de viagens antes do fim deste ano. Segundo a deputada Gleisi Hoffmann, presidente nacional do partido, o PT vai continuar batendo na tecla do "Lula livre" até que o ex-presidente tenha a condenação por corrupção passiva e lavagem de dinheiro anulada. A pressão é para que haja o julgamento da suspeição do ex-juiz Sérgio Moro.

Os petistas acreditam que a primeira aparição pública de Lula será na vigília que foi montada em um terreno na frente da superintendência da PF em Curitiba. O grande palco político para Lula, no entanto, deve ser o Congresso Nacional do PT, entre 22 e 24 de novembro, em São Paulo. 
Condenações
Na primeira instância, Lula foi condenado a 9 anos e 6 meses no caso do triplex do Guarujá, pelo então juiz Sérgio Moro. Ele era acusado de corrupção e lavagem de dinheiro. O juiz entendeu que Lula recebeu o triplex como propina da construtora OAS para favorecer a empresa em contratos com a Petrobras. Lula sempre negou.

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) depois elevou a pena para 12 anos e 1 mês. Em abril deste ano, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) diminuiu a pena para 8 anos, 10 meses e 20 dias.
Também na Lava Jato, Lula foi condenado em primeira instância pela juíza substituta Gabriela Hardt por corrupção e lavagem de dinheiro por ter recebido propina por meio da reforma de um sítio em Atibaia (SP), em fevereiro deste ano. A pena de Lula nesse processo é de 12 anos e 11 meses. A defesa recorreu, e a ação ainda não foi julgada pelo TRF-4. O ex-presidente responde ainda a mais seis processos.
Blog Bruno Brito
Compartilhar:

Após decisão do STF, defesa de Lula diz que vai pedir soltura nesta sexta

A defesa do ex-presidente Lula afirmou que vai levar à Justiça Federal nesta sexta-feira (8) um pedido para que ele deixe a cadeia devido à decisão do Supremo Tribunal Federal que barrou a prisão de condenados em segunda instância.
O pedido, segundo nota dos advogados, será encaminhado após reunião com o ex-presidente na sede da Superintendência da PF, onde ele está preso desde abril de 2018.
Em seu perfil em uma rede social, foi publicada na noite desta quinta (7) a mensagem #LulaLivreAmanhã. A defesa afirmou que o resultado do julgamento mostrou que a prisão do ex-presidente foi ilegal e voltou a dizer que ele é vítima de perseguição.
O petista já fez alguns pedidos aos correligionários. Assim que sair da prisão, ele quer um ato no acampamento montado pela militância na frente da PF, em Curitiba, e depois vai visitar os ex-tesoureiros do PT João Vaccari Neto e Delúbio Soares, que dão expediente na sede da CUT do Paraná. Só depois pretende ir para São Bernardo do Campo (SP), onde deve ser recebido com festa.(FolhaPE)
Blog Bruno Brito
Compartilhar:

Como será a aplicação da decisão do STF sobre 2ª instância

Resultado de imagem para Aplicação da decisão do STF sobre 2ª instância
Do G1
Logo após o fim do julgamento, os ministros Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato, e Dias Toffoli, presidente do STF, disseram que não haverá liberação automática de presos.
Segundo a decisão, a análise será caso a caso, e a soltura caberá ao juiz responsável por cada processo.
“A consequência que tem é que retira-se o fundamento que até agora era majoritário e a partir de agora os juízes decretarão ou não as prisões cautelares”, afirmou Fachin.
Dados do Judiciário apontam que cerca de 5 mil presos podem ser beneficiados, entre eles, o ex-presidente Lula.
Na entrevista, Toffoli afirmou defender a prisão imediata de condenados em tribunais de júri (que julgam crimes de sangue, contra a vida), sem esperar o trânsito em julgado, e opinou que presos considerados violentos não poderão se beneficiar da decisão de ontem.
Após a decisão do STF, a defesa de Lula afirmou que vai pedir a soltura imediata do ex-presidente.
Os procuradores da Operação Lava Jato disseram que a decisão do STF impactará nos resultados da força-tarefa, e que “está em dissonância com o sentimento de repúdio à impunidade e com o combate à corrupção”.
Blog Bruno Brito
Compartilhar:

Ministro Paulo Guedes defende tributo maior para cigarros e bebidas

Em palestra no TCU, Paulo Guedes diz que Reforma Tributária vai criar “imposto sobre o pecado”.
O Dia
Após a Reforma da Previdência, a minirreforma trabalhista, chegou a vez da Reforma Tributária ser apresentada. O governo Bolsonaro deve lançar na próxima semana o que o ministro da Economia, Paulo Guedes, chamou de “Imposto sobre o pecado” durante palestra no Tribunal de Contas da União (TCU). Esse imposto, que não teve a alíquota divulgada pelo ministro, incidiria sobre cigarro e bebidas alcoólicas. “Vamos ver no Congresso. O cara fuma muito? Bebe muito? Então, taca imposto nele. Por que, se fuma muito, vai ter problema de pulmão lá na frente, vai ocupar hospital público, então põe logo um imposto nele. Mas vício tem que ser caro, para ver se desincentiva”, afirmou o ministro.
A declaração foi recebida com cautela por especialistas em Direito Tributário. Eles avaliam que Paulo Guedes pode modificar o dispositivo que já existe e não criar um outro imposto. Segundo eles, seria mais prudente. “Os maiores arrecadadores do país são as indústrias de cigarros e bebidas”, explica o advogado Nelson Naibert.
PESO DOS IMPOSTOS
São encargos presentes na carga tributária do cigarro como IPI, ICMS, Programa de Integração Social (PIS) e Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (Cofins). Hoje a carga tributária total sobre os cigarros fica em 81%, sendo 45% de IPI, 11% de PIS/Cofins e 26% de ICMS, segundo a Receita Federal. Já o que incide sobre bebidas alcoólicas vai de 55% a 70%.
Procuradas, as companhias Souza Cruz e Ambev preferiram não comentar a declaração do ministro. Questionado pelo DIA sobre a criação de mais imposto, e sobre o fato de o Brasil ser um Estado laico, ou seja, sem religião – portanto determinar o que é pecado ou não parte da consciência de cada um e não de política de governo -, o Ministério da Economia não se pronunciou até o fechamento dessa edição.
Blog Bruno Brito
Compartilhar:

Segunda parte de provas do Enem será neste domingo (10)

Resultado de imagem para enem 2019
Neste domingo (10), os estudantes que irão fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019, retornam para a segunda parte da prova. Dessa vez, os alunos irão resolver questões de matemática e ciências da natureza.  cada uma também com 45 perguntas de múltipla escolha. O gabarito oficial será divulgado no dia 13 de novembro e os resultados individuais serão divulgados em janeiro de 2020.
O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa (Inep) oferece a videoprovas em Libras desde 2017 e, em 2018, aprimorou a ferramenta, lançando a Plataforma Videoprova em Libras. Nela, os participantes encontram os enunciados das questões e opções de respostas, além dos gabaritos em vídeo, o que permite que os participantes estudem os conteúdos por meio de materiais com o mesmo formato da aplicação.
Os mais de 15 mil candidatos surdos ou com alguma deficiência auditiva terão até às 21h para terminarem a prova.
Blog Bruno Brito
Compartilhar:
Postagens mais antigas → Página inicial

CONNECT VIAGENS E TURISMO






Broomer






ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI











Tecnologia do Blogger.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

MESTRE SERVIÇOS






PARCEIRO






Cachoeira do Roberto 200 Anos

Cachoeira do Roberto 200 Anos

Instagram


Pesquise







Mais Acessadas

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI