08 fevereiro 2019

Novo boletim médico aponta melhora no quadro de Bolsonaro e dreno e sonda são retirados


O presidente Jair Bolsonaro está internado desde o dia 27 de janeiro em São Paulo, véspera do dia em que realizou uma cirurgia para reconstrução do trânsito intestinal.© Reprodução Twitter/Jair Bolsonaro O presidente Jair Bolsonaro está internado desde o dia 27 de janeiro em São Paulo, véspera do dia em que realizou uma cirurgia para reconstrução do trânsito intestinal.
Bolsonaro permanece internado na Unidade Semi-Intensiva, tomando os antibióticos para tratar a infecção e a pneumonia diagnosticada na quarta-feira, não apresentando febre e nem dor. O boletim divulgado na quinta-feira advertiu para a descoberta da pneumonia através de exames de imagem, e exigiu a mudança dos medicamentos administrados. Em entrevista ao Broadcast/Estadão, o cirurgião Dr Antônio Luiz Macedo estimou que o presidente ainda deve ficar internado “de cinco a sete dias”. Oficialmente, entretanto, não há estimativa oficial de alta.
Apesar das visitas permanecerem restritas, o presidente deve receber nesta sexta a visita do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, segundo informou a assessoria do Palácio do Planalto. Segundo fontes, Bolsonaro também deve receber em São Paulo o subchefe de assuntos jurídicos da Casa Civil, Jorge Oliveira. No final de janeiro, Oliveira esteve com Bolsonaro no hospital para que ele assinasse alguns documentos. O momento foi registrado e as fotos foram compartilhadas nas redes sociais do presidente com a legenda “O Brasil não pode parar”.
Confira o documento na íntegra:
O excelentíssimo Presidente da República, Jair Bolsonaro, permanece internado na Unidade Semi-Intensiva do Hospital Israelita Albert Einstein. Apresentou boa evolução clínica nas últimas 24 horas, continua estável, afebril e sem dor. Não tem disfunções orgânicas e houve melhora dos exames laboratoriais. O dreno colocado no seu abdome, há quatro dias, foi retirado hoje pela equipe da radiologia intervencionista.
Devido à melhora do quadro intestinal e boa aceitação da dieta líquida, a sonda nasogástrica foi retirada. Permanece com os antibióticos e nutrição parenteral. Estão sendo mantidas as medidas de prevenção de trombose venosa, sendo realizados exercícios respiratórios, de fortalecimento muscular e períodos de caminhada fora do quarto. Por ordem médica, as visitas permanecem restritas.(ESTADÃO)
Blog Bruno Brito
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

CONNECT VIAGENS E TURISMO






Broomer






ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI











Tecnologia do Blogger.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

MESTRE SERVIÇOS






PARCEIRO






Cachoeira do Roberto 200 Anos

Cachoeira do Roberto 200 Anos

Instagram


Pesquise







Mais Acessadas

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI