02 julho 2019

Aprovação da Previdência na comissão especial é primeiro grande passo da agenda de reformas, diz Fernando Bezerra

O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), afirmou que o primeiro grande passo da agenda de reformas será dado nesta semana com a aprovação do relatório do deputado Samuel Moreira (PSDB-SP) na comissão especial da Câmara que analisa a Reforma da Previdência. Durante discurso na tribuna, Fernando Bezerra fez um balanço dos primeiros seis meses do governo do presidente Jair Bolsonaro. Segundo o líder, foram 180 dias de “muito trabalho e muito compromisso para retirar o Brasil de uma das mais severas crises econômicas”.
“O grande passo será dado esta semana. Estamos animados para que a gente possa aprovar o texto-base do relator Samuel Moreira e já a partir da semana seguinte votar no plenário da Câmara dos Deputados. A Reforma da Previdência é o primeiro grande passo da agenda de reformas do governo Bolsonaro”, disse.
No balanço dos seis meses de governo, Fernando Bezerra citou a política de leilões que resultou na concessão de 1,5 mil quilômetros da Ferrovia Norte-Sul, além de quatro áreas e seis terminais portuários. “O leilão de aeroportos viabilizou para pagamento à vista pelas concessões R$ 2,3 bilhões, mostrando que o governo tem uma carteira de projetos e que, nos próximos meses, outras concessões serão viabilizadas para que a gente possa melhorar a infraestrutura do nosso país e animar a economia brasileira”, acrescentou.
O líder do governo também destacou o cumprimento da promessa de campanha de pagamento do 13º salário do Bolsa Família em 2019 e as medidas de estímulo à agricultura familiar, como a ampliação da Declaração de Aptidão (DAP) e o aumento dos recursos para o crédito rural.
Ele lembrou ainda a aprovação pelo Congresso Nacional das medidas provisórias de combate às fraudes no INSS e da reforma administrativa e o envio do pacote anticrime. “Nos primeiros quatro meses da atual gestão do governo federal já existe uma expressiva redução dos indicadores de homicídio da ordem de 25%. É evidente que isso não é um trabalho isolado do governo federal; ele conta com o apoio dos governos estaduais, que têm também implementado políticas voltadas para a redução dos indicadores de homicídio.” 
Fonte: Blog Edenevaldo Alves
Blog Bruno Brito
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

CONNECT VIAGENS E TURISMO






Broomer






ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI











Tecnologia do Blogger.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

MESTRE SERVIÇOS






PARCEIRO






Cachoeira do Roberto 200 Anos

Cachoeira do Roberto 200 Anos

Instagram


Pesquise







Mais Acessadas

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI