06 agosto 2019

Usando palavrões, Bolsonaro fala de nepotismo, defende filho e ataca a Rede Globo em Sobradinho (BA)

Em discurso com palavrões o presidente Jair Bolsonaro voltou a advogar pela a indicação de seu filho “03”, deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), para a embaixada dos Estados Unidos, atacou a imprensa e se defendeu da crítica de nepotismo.
Bolsonaro falou com jornalistas em Sobradinho (BA) nessa 2ª feira (5), onde participou da inauguração da Usina Solar Flutuante. Os ministros Bento Albuquerque (Minas e Energia), Gustavo Canuto (Desenvolvimento Regional) e general Heleno (GSI) também estavam presentes.
Em uma das ocasiões em que o presidente usou palavrões, falava sobre a necessidade de manter terras e riquezas nacionais com brasileiros: “Deixem acabar aí o nosso minério. Exaurir a nossa terra. E alguns aí querem vender para estrangeiro ainda, né? Vamos abrir mão da nossa segurança alimentar. Você vai viver do quê? De capim? Todo mundo igual? Já que falam tanto, a Folha, que falei palavrão, então deixa eu falar de novo: viver todo mundo igual na merda! É isso o que queremos? É isso o que grande parte da imprensa quer?”
No seu discurso, o presidente também demonstrou irritação com uma reportagem do Grupo Globo que indicou 102 pessoas de grupos familiares contratados por ele e por seus filhos ao longo dos anos. Criticou a Rede Globo e o Jornal Nacional: “Ontem, 80% do Jornal Nacional [foi sobre os] 102 parentes. Vai ter vergonha na cara! A família Marinho aí! Tão os filhos lá na imprensa! Não me fala que é particular, que não é não. É concessão pública! É comum a gente, quando está do lado ali e alguém vai embora, botar alguém do círculo de amizade dos que estão ali no seu gabinete.”
Bolsonaro citou ainda o caso de sua mulher, Michelle, que era funcionária de seu gabinete de deputado quando começaram a namorar e não foi citada na reportagem: “Não botaram minha esposa. Por quê? Bota a minha esposa! Trabalhou na Câmara comigo, porra! Bota lá, porra! Agora, esteve empregada comigo enquanto estava namorando. Quando casei, alguns meses depois, foi embora. Lá atrás deram porrada em mim. Bota agora de novo”.
EDUARDO EMBAIXADOR
“Lá atrás deram porrada em mim, bota agora de novo, ou filho de político tudo agora é vagabundo, sem vergonha e não presta? Se o filho de vocês –não vocês que estão aqui– se o filho dos editores, donos da imprensa, não presta, tira eles do lado de vocês. Deixa de ele [sic] ficar no seu lado te assessorando. O pai que planta, por exemplo, manga, o filho dele vai aprender o quê? Mexer com manga! Ele tem que sair dali e plantar abacaxi porque não pode? Porque é nepotismo? Larga de idiotice, larga de frescura nessa questão”, disse.
O presidente também falou sobre as qualidades de Eduardo. “Se Deus quiser, meu filho está indo aos EUA agora, o 03 não é fritador de hambúrguer apenas né, ele também entrega pizza, pode escrever: entrega pizza. Fala inglês, espanhol, é policial federal concursado, é advogado, passou na OAB [Ordem dos Advogados do Brasil], esteve agora nos Emirados Árabes…”
Fonte: Edenevaldo Alves
Blog Bruno Brito
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

CONNECT VIAGENS E TURISMO






Broomer






ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI











Tecnologia do Blogger.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

MESTRE SERVIÇOS






PARCEIRO






Cachoeira do Roberto 200 Anos

Cachoeira do Roberto 200 Anos

Instagram


Pesquise







Mais Acessadas

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI