22 novembro 2013

Assembleia Legislativa homenageia o IPA pelos 78 anos



Presente em 182 municípios pernambucanos, levando inovação tecnológica e conhecimento ao homem do campo, nas áreas de pesquisa, assistência técnica e extensão rural e infraestrutura hídrica, o Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) recebeu, nesta quinta-feira, 21, homenagem da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). Um Grande Expediente Especial, proposto pelo deputado Claudiano Martins Filho, foi dedicado a passagem dos 78 anos de fundação da instituição, vinculada à Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária do Estado.

 “Recebemos esse tributo com orgulho, pois é o reconhecimento dos serviços prestados pelo IPA pela melhoria da qualidade de vida dos agricultores, prioritariamente os de base familiar”, destacou o presidente do Instituto, Júlio Zoé de Brito. O secretário Aldo Santos reforçou que nesses 78 anos o órgão contribuiu significativamente para o desenvolvimento do setor agropecuário pernambucano. “O IPA está consolidado no País como um dos maiores centros de referência na área de pesquisa, que aliada à extensão rural, transmite conhecimento ao homem do campo”, falou.

Aldo Santos salientou que o avanço nos serviços que o IPA oferece é resultado dos investimentos que o Governo do Estado tem feito no setor. “Isso também foi possível graças ao esforço e competência do quadro técnico que integra a instituição, composto por pessoas comprometidas em produzir, qualificar e melhorar as condições de vida do meio rural", avaliou o secretário.

O Grande Expediente Especial dedicado Intituto foi acatado pelos 48 deputados da Alepe. Entre os presentes ao ato estavam os deputados Diogo Moraes, presidente da Comissão de Agricultura, Ângelo Ferreira, Sebastião Rufino, Augusto César, Terezinha Nunes e o líder do Governo na Assembleia, Waldemar Borges. Participaram da homenagem o secretário de Articulação Social e Regional, Aluísio Lessa, e o prefeito de Caetés, Armando Duarte, que falou sobre os serviços prestados pelo Instituto no município. Estavam presentes os diretores do IPA, Genil Gomes (Extensão Rural), Antônio Santana (Pesquisa) e Albérico Rocha (Infraestrura Hídrica). Os funcionários do IPA lotaram a galeria do Plenário da Alepe para assistir ao ato.

História  - Fundado em 1935, o IPA registra importantes avanços na área de inovação tecnológica, a exemplo do melhoramento do padrão da genética animal, iniciado os anos 50, tendo viabilizado as bacias leiteiras de Pernambuco e de Alagoas. Outra grande contribuição do Instituto foi o estudo com pastagens, a seleção e a incorporação do capim buffel, altamente resistente à seca e hoje cultivado na região produtora de leite, tanto em Pernambuco quanto em outras áreas do semiárido nordestino. O IPA também iniciou, em 1958, pesquisas com a palma forrageira. 


Na área de plantas cultivadas, o Instituto destaca-se no melhoramento do tomate para indústria e da cebola em condições de altas temperaturas. O IPA possui mais de 70 variedades registradas no Ministério da Agricultura, e, além das variedades de cebola desenvolvidas, vale ressaltar a tecnologia da vernalização (técnica de redução ou ampliação do ciclo vegetativo de uma planta por meio do tratamento de suas sementes, bulbos ou mudas). “Essa é uma importante tecnologia que viabilizou a produção de sementes de cebola, e eu considero um dos carros-chefes do IPA, ao lado de pesquisas na área de controle biológico”, frisou Zoé. Ascom IPA
Blog Bruno Brito
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Broomer






ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

PARCERIA
















Tecnologia do Blogger.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

MESTRE SERVIÇOS






PARCEIRO






Cachoeira do Roberto 200 Anos

Cachoeira do Roberto 200 Anos

Instagram


Pesquise







Mais Acessadas

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI