24 março 2020

Ter água em casa é essencial para garantir higiene durante quarentena


Seguindo as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS), os brasileiros tiveram de evitar contatos mais diretos com outras pessoas para se proteger do novo coronavírus, ficando em casa durante essa quarentena. Com mais gente em casa durante todo dia, aumenta o consumo da água, exigindo que as residências se preparem para garantir o armazenamento de água em quantidade suficiente para enfrentar esses dias de pandemia.

“Agora estamos eu, minha esposa e meu filho de 7 anos em casa, o dia inteiro. Água é fundamental agora. Como a gente vai ficar sem água se precisa lavar as mãos quase que todo momento, limpar a casa e os móveis, beber mais água, enfim, sem água não tem como enfrentar essa crise. E aqui no nosso bairro, está sempre faltando água. Agora estamos procurando na internet, onde comprar caixa d’água, porque as lojas de materiais de construção já estão fechadas”, disse Marcelo Dias, morador de Campinas, no interior de São Paulo que está com o comércio fechado atendendo um Decreto assinado pelo governador João Doria (PSDB) que determinou a quarentena para todos os serviços não essenciais em todo o estado, a partir dessa terça-feira (24).

Uma alternativa para esse momento, são as compras online que garantem à compra sem contato externo. Na cidade de São Paulo, uma plataforma de venda online de materiais para construção está dando o que falar. A loja virtual H2O Solutions (www.h2osolutions.com.br) determinou frete grátis, sem limite de valor de compra, para o estado de São Paulo e outros estados. “Vamos seguir com essa ação até dia 31 de março, podendo ser prorrogada por mais tempo. A questão aqui é que as pessoas estão precisando armazenar e utilizar mais água em casa e com as lojas físicas fechadas, o e-commerce, sem dúvida, virou um canal eficiente e seguro para esse momento”, disse Gabriele Cruz, coordenadora da H2O Solutions.

Importante ainda não esquecer de armazenar água de forma segura para evitar outras doenças como a dengue. “Nessa crise, a gente precisou comprar uma caixa d’água maior e como não tem loja aberta, a gente comprou pelo site que o preço é até mais baixo. Foi mais seguro para gente e ainda economizamos. Nessa hora é tudo que precisamos”, disse a secretária, Rose Silveira, de 39 anos, moradora da zona leste, na cidade de São Paulo.

Por Carlos Maciel 

Blog Bruno Brito
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

PREVENÇÃO AO COVID-19






UNICESUMAR EAD AFRÂNIO






CONNECT VIAGENS E TURISMO






ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI











Tecnologia do Blogger.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

MESTRE SERVIÇOS






PARCEIRO






Cachoeira do Roberto 200 Anos

Cachoeira do Roberto 200 Anos

Pesquise







Mais Acessadas

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI