01 abril 2020

LEITOR QUESTIONA O PREFEITO DE AFRÂNIO POR QUE NÃO DISTRIBUIU A MERENDA ESCOLAR PARA AS FAMÍLIAS DO MUNICÍPIO APÓS SUSPENSÃO DAS AULAS.

Município de Afrânio decreta estado de calamidade pública em ...

Devido a crise do coronavírus que vem afetando toda a nação Brasileira e o mundo, medidas de prevenção vem sendo tomadas em vários municípios como o isolamento social e a suspensão das aulas da rede pública e privada. Devido a essas suspensões vários prefeitos estão distribuindo kits alimentares para os alunos da rede municipal, temos como exemplo o prefeito da cidade de Petrolina (PE), Miguel Coelho fez essa distribuição para os pais e responsáveis dos alunos.

O leitor, Raimundo da Cruz Rodrigues do sítio Volta Grande zona rural de Afrânio entrou em contato com o blog para fazer um questionamento ao prefeito da cidade de Afrânio/PE o por que não fez a distribuição da merenda escolar sendo que o mesmo suspendeu as aulas sem previsão de volta e decretou estado de CALAMIDADE PÚBLICA NO MUNICÍPIO.

“Me chamo Raimundo da Cruz e gostaria de saber do prefeito Rafael Cavalcanti e da secretária de educação do município o por que de não terem ainda feito a distribuição da merenda escolar, sendo que as aulas estão suspensas devido a pandemia do coronavírus e o prefeito decretou estado de calamidade pública.  Sabemos que no nosso município temos muitas crianças que o único alimento é a merenda que comem nas escolas. E então prefeito, secretária de educação, por que não fizeram o mesmo que a cidade vizinha de Petrolina para amenizar um pouco a fome dessas crianças?”

LEITOR, RAIMUNDO DA CRUZ RODRIGUES.

ESPAÇO ABERTO CASO O PODER PÚBLICO QUEIRA RESPONDER.

Blog Bruno Brito
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

2 comentários:

  1. Uma pergunta que não pode ficar sem resposta...

    ResponderExcluir
  2. Só falo uma coisa!Cadê os órgãos competentes para ajudar os que não tem salário fixo,porque o funcionário público não tem o que se preocupar,porque o salário deles vão está disponível todo mês,e o pobre trabalhador que trabalha hoje pra comer amanhã,decretar estado de calamidade pública é fácil,pra falar tem muitos,agora pra agir é muito pouco. A corda só quebra mesmo do lado dos menos favorecidos mesmo. Mas fazer o que! Se Tudo que fazem é pensando em si próprio,a politicagem é grande! Acorda meu povo! Bom é Deus!

    ResponderExcluir

PREVENÇÃO AO COVID-19






UNICESUMAR EAD AFRÂNIO






CONNECT VIAGENS E TURISMO






ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI











Tecnologia do Blogger.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

MESTRE SERVIÇOS






PARCEIRO






Cachoeira do Roberto 200 Anos

Cachoeira do Roberto 200 Anos

Pesquise







Mais Acessadas

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI